WALDIR COSTA – Solidariedade vai decidir: Carlos Magno ou Licomédio para prefeito

0
33

Eleições – As eleições de outubro do próximo ano, ainda, estão distantes, mas já mobilizam boa parte da política estadual, quando os eleitores terão condições de elegerem os novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Para os políticos, ao menos a maioria, as eleições a vereador, por exemplo, é a mais difícil, porque divide muito o eleitorado e fica complicado conseguir os votos suficientes para se eleger, além da grande quantidade de candidatos.

Solidariedade – Eleito recentemente para presidir o diretório estadual do Solidariedade (SD), o ex-governador Daniel Pereira, hoje superintendente do Sebrae-RO, que também já foi deputado estadual e vice-governador está fortalecendo o partido no Estado. Além dele (Daniel), que deverá concorrer à Prefeitura de Porto Velho nas eleições de 2020, nomes já estão sendo contabilizados para disputar prefeituras do interior e câmara de vereadores. A meta é fortalecer o partido e conseguir eleger o maior número de prefeitos, vices e vereadores nos 52 municípios.

Candidatos – Em Ji-Paraná o Solidariedade terá o radialista Licomédio Pereira como candidato a prefeito, mas como segunda opção o ex-prefeito de Ouro Preto do Oeste, Carlos Magno, hoje com domicílio eleitoral em Jipa. Magno também já passou pela Assembleia Legislativa (Ale) e deixou um bom trabalho no legislativo estadual e também como deputado na Câmara Federal. Na assessoria do ex-prefeito de Jipa, Jesualdo Pires (PSB) foi dos mais atuantes. Licomédio e Magno são nomes que devem ser considerados na disputa da vaga, hoje ocupada pelo prefeito Marcito Pinto (PDT) que deverá buscar a reeleição.

Constituição – A promulgação da Constituição Estadual há 36 anos, no dia 6 de agosto efetivamente instalou o Estado de Rondônia no ano de 1983. O presidente Laerte Gomes (PSDB/Ji-Paraná) nomeou o deputado Ismael Crispin (PSB-São Miguel do Guaporé), estreante no Parlamento estadual para coordenar a programação de aniversário dos 36 anos de Constituição e foi muito bem-sucedido. Crispin organizou uma programação simples, curta (três dias), mas conseguiu marcar com sabedoria o aniversário da nossa Carta Magna. Foi uma semana das mais produtivas técnica e politicamente da Ale.

Energisa – As ações plenárias na Assembleia Legislativa (Ale) esta semana foram mínimas, devido as comemorações dos 36 anos de promulgação da 1ª Constituição estadual. Mas foi aprovado “Voto de Repúdio” do deputado estadual Ismael Crispin (PSB) ao grupo Energisa, pela forma “desrespeitosa e arbitrária” que trata a população de Rondônia. Apesar de ser uma das maiores empresas de distribuição de energia elétrica no país, a Energisa apresenta contas com valores absurdos, fora da realidade do consumidor e, ainda, promove cortes em vésperas de feriados e finais de semanas. É o abuso dos abusos, resta saber até quando.


Respingo

A importância das comemorações dos 36 anos da 1ª Constituição estadual pela Ale reflete no povo mais simples, humilde. Ocorre que a maioria da população pouco ouve falar da Constituição, e muitos não sabem o que é +++ Os três dias de intensa atividade na Ale, com palestras e seminários abertos às discussões, exposições de fotos e publicações da época, atividades culturais, dentre outras ações não menos importantes serviram para orientar o cidadão comum da representatividade da Constituição para o país. Iniciativas cívicas devem ser exaltadas e não tem preço num mundo irreal como vivemos hoje +++ O deputado federal tem o sério problema de ficar distante da população, devido ao pouco contato pessoal e a necessidade de estar a maior parte do tempo em Brasília. Parlamentar federal que não tiver uma base forte nos municípios (deputado estadual, prefeito e principalmente vereador) tende a ficar fora do contexto político no período eleitoral, a não ser que tenha um eficiente serviço de comunicação, inclusive redes sociais, desde que sejam bem utilizadas.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.