Prefeitos criticados: Isaú por confusão na vacinação; Fúria por nomeação de secretário

0
9

Municípios – Além da capital, Porto Velho, Rondônia tem municípios fundamentais para o desenvolvimento econômico, social e político do Estado. Porto Velho tem o maior rebanho bovino de corte, mas poucos sabem disso. Cacoal está retomando a sua condição de Capital do Café e Vilhena continua sendo o município de maior importância do Cone Sul. Ji-Paraná é praticamente o centro do Estado, e segundo maior município. Ariquemes amplia a cada semestre a sua produção de grãos (soja e milho), Jaru e Ouro Preto do Oeste continuam fortes na produção leiteira, atividade que ganha corpo em Nova Mamoré, hoje maior produtor de leite do Estado. A maior dificuldade nos municípios, hoje, é o combate e o controle do coronavírus.  

Prefeitos – Ainda é muito cedo para se avaliar uma administração pública, no caso dos prefeitos, que assumiram no primeiro dia do ano. O de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) é o destaque político do processo eleitoral realizado em novembro último, quando se reelegeu e vem mantendo e até ampliando sua capacidade de trabalho no comando da capital. Inclusive, está muito cotado para disputar o governo do Estado nas eleições gerais de 2022, quando serão eleitos presidente da República, governadores e seus vices; um dos três senadores, e representantes da Câmara Federal e das Assembleias Legislativas.  

Prefeitos II – Mas no interior a situação é diferenciada. Dos municípios citados, além da capital, foram reeleitos os prefeitos de Jaru (João Gonçalves Jr-MDB) e de Vilhena, Eduardo Japonês (PV), que a exemplo de Hildon vem mantendo um bom ritmo de trabalho. Japonês andou tendo problemas para se ajustar no combate ao coronavírus, mas já se adequou. A prefeita de Ariquemes, Carla Redano (Patriota) mesmo ocupando pela primeira vez cargo executivo na política, aos poucos ajusta a “máquina” administrativa. A experiência na passagem pela câmara de vereadores, inclusive na presidência, ajuda no contato prefeitura-câmara, que é fundamental para qualquer administrador público. É essencial a parceria, jamais a conivência. O maior problema de Carla é o índice elevado de óbitos e contaminações pelo coronavírus.  

Prefeitos III – Em Ji-Paraná e Cacoal a situação é mais complicada. O prefeito Isaú Fonseca (MDB), de Ji-Paraná, apesar de experiente na política, pois já foi vereador e sempre teve enorme trânsito em administrações municipais anteriores vem criando dificuldades onde deveria buscar facilidades. Já fez declarações públicas desnecessárias contra médicos do município e foi notícia nacional negativa esta semana, porque sua equipe de vacinação contra o coronavírus não teve competência para se organizar. A velha frase, mas sempre atual, de “quem fala muito, dá bom dia a cavalo” se encaixa na incapacidade da equipe do prefeito Isaú, que deixou idosos na fila desde madrugada para receber senha para vacinação. Já o jovem prefeito Adailton Fúria (PSD), de Cacoal é impulsivo, mas atuante. Também tem o hábito de falar mais do que o necessário, por isso peca em algumas decisões, como insistir em nomear pessoas sem legalidade para assumir funções públicas como no caso do secretário da Agricultura, Alcides Zacarias Sobrinhos. Mas é jovem, corajoso e, caso reduza a impetuosidade conseguirá o equilíbrio que Cacoal necessita.  

Prefeitos IV – Duas importantes bacias leiteiras do Estado, Jaru e Ouro Preto do Oeste são municípios equilibrados financeira, econômica, social e politicamente. Após um primeiro mandato sem problema, João Jr, de Jaru, se reelegeu sem dificuldades. Tem o apoio da maioria dos vereadores e inclusive, foi convidado pelo deputado federal e presidente regional do MDB, Lúcio Mosquini, a se filiar ao seu partido e concorrer a governador em 2022. O experiente prefeito de Ouro Preto, Alex Testoni (DEM), que ocupou o cargo anteriormente em dois mandatos seguidos e já foi deputado estadual, ainda, está “travado” administrativamente, porque está sofrendo processo de inelegibilidade e poderá perder o cargo. Há inclusive a possibilidade da realização de novas eleições no município. Na sua passagem pela prefeitura, apesar de ser um administrador austero e sem meio termo, Testoni deixou o município bem arrumado financeira e economicamente, por isso obteve um novo mandato, após ficar afastado durante anos da política.  


  Respingo  

Hoje é 1º de Abril, Dia Mundial da Mentira. Após as fakes news, que se alastram nas redes sociais com maior destaque, está a cada dia mais difícil saber se uma publicação nesses meios de comunicação é verdadeira ou falsa, por isso hoje, o máximo de cuidado +++ O inverno amazônico (chuvas) está chegando ao fim. Aos poucos a intensidade das chuvas diminui e em breve teremos o verão amazônico (seca), quando durante praticamente seis meses pouco chove +++ Seria oportuno, que os segmentos ligados ao meio ambiente, público e privado, se preparassem desde agora, para enfrentar as queimadas criminosas, que ocorrem no período de seca. Com todo o aparato eletrônico e a tecnologia atual, onde um aperto de botão pode acabar com o mundo, não é possível que os marginais do meio ambiente continuem incendiando e poluindo o meio ambiente sem uma rígida punição +++ Os dois supermercados Irmãos Gonçalves de Porto Velho, localizados na Avenida Jorge Teixeira estavam lotados na manhã de hoje (1º). Em ambos os locais eram enormes as filas para adentrar aos estabelecimentos +++ O feriadão devido de amanhã, sexta-feira (Santa) e o ponto facultativo decretado pelo prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) para hoje (1º) contribuíram para uma movimentação maior nos supermercados. E também o pagamento dos servidores públicos (federal, estadual e municipal), que reforçou o poder aquisitivo da população, pois o movimento nas ruas e avenidas na capital é intenso desde as primeiras horas da manhã. 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here