WALDIR COSTA — Acabou o Carnaval; é hora de trabalho. Anêmico o protesto na BR-364

0
23

Carnaval – O restante desta semana estará relacionado a folia de Momo, que alegrou o país com a festa maior dos brasileiros. Mas também entristeceu muitas famílias devido a violência sem fim, que assola o mundo. É comum dizer que no Brasil o trabalho, após as f estas de final de ano (Natal e Ano Novo) e o Carnaval é que o povo, efetivamente começa a trabalhar. Com presidente novo (Jair Bolsonaro-PSL), Congresso renovado, novos governadores e novas Assembleias Legislativas, mais a Distrital, de Brasília o País deverá começar a ganhar um novo formato a partir da próxima semana. Pelo menos é o que se espera.

Protesto – A sociedade organizada estava mobilizada desde a última semana a fechar a BR 364 nesta Quarta-Feira de Cinzas como forma de protestar contra o aumento abusivo na tarifa da conta de luz a partir de janeiro. A nova concessionária, a Energisa, que prometeu reduzir o preço do kWs a partir de outubro último, quando assumiu o espólio das Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) apresentou uma conta absurda no primeiro mês do ano com aumento entre 27% a 32%. Isso provocou revolta da população e mobilizou a sociedade organizada e políticos na luta contra o aumento desproporcional. Hoje houve morosidade na principal ligação rodoviária federal de Rondônia com o Centro Sul do País, a BR 364, mas o tráfego não foi interrompido, como desejavam os organizadores do movimento no trecho Porto Velho a Vilhena. Deve ter sido a ressaca do Carnaval…

Loterias – Os bancos fecharam as portas na última sexta-feira (1º) e reabriram somente hoje (6) a partir das 12h. Pela manhã as lotéricas estavam superlotadas, a maioria dos clientes pagando contas, que normalmente são pagas nos bancos. Lotéricas foram criadas para jogos (Loteria Federal, MegaSena, DuplaSena, Lotofácil, Quina, etc.) e o recebimento de contas é um serviço extra. Por que as lotéricas não copiam o que se faz no Centro Sul, onde um ou mais guichês são exclusivos para jogos? O cliente que joga tem que ser priorizado e não quem utiliza a lotérica para pagar contas diversas.


Candeias – O presidente regional do PSB de Rondônia, deputado federal Mauro Nazif esteve na noite da última segunda-feira (4) em Candeias do Jamari reunido com a presidente do diretório municipal Cleia Cavalcante, para decidir o posicionamento do partido com relação a eleição suplementar a prefeito, que ocorrerá nos próximos 60 dias. O prefeito Luiz Ikenohuchi (DEM) foi afastado pelos vereadores e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deverá marcar eleições em menos de 60 dias.

PSB – O PSB tem a professora Loreci Carnoski como nome de ponta e também do vereador Aussemir Almeida, e Cleia insiste em candidatar-se, mas como vice de Valteir Queiroz, que preside o diretório estadual do PMN. Nazif decidirá, mas adiantou que o diretório de Candeias é quem decide, pois tem dois nomes fortes: Loreci e Aussemir. Ambos têm o apoio dos vereadores Luisinho Amazonas (PSB), Lúcio Rojas, do PDT e da advogada Ana Lúcia, do PR, que é líder política no município, além da igreja, comércio e do segmento agrícola. Seria um contrassenso trocar o cargo de prefeito pelo de vice. é o fim da rosca…



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.