Vendas para festas devem ser superar as de 2016 em Rondônia

0
17
Uma sondagem realizada pelo Departamento Econômico da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia-Fecomércio/RO, feita com 160 entrevistas com empresários do setor comercial, em Porto Velho, Ariquemes, Jaru e Ji-Paraná, revela que as vendas deste Natal devem ser melhores que as de 2016.
 
Uma comprovação deste fato é o aumento da intenção de consumo de Porto Velho, que tem crescido, nos últimos três meses, alcançando 92,2 pontos, o que representa um crescimento de 6,2% a mais do que em dezembro do ano passado. Ainda assim as vendas não devem ser melhores por conta da incerteza, do endividamento e do crédito limitado.
 
Em razão disto foi constatado que o consumo de fim de ano deve ser focado nas promoções e o tíquete médio deverá ficar entre R$ 35,00 a R$ 60,00, com uma expectativa de crescimento das vendas em torno de 8%.
 
Segundo ainda a sondagem da Fecomércio Rondônia, vestuário e calçados (64%) e brinquedos (51%) continuarão a liderar as compras, mas, artigos de uso pessoal (32%), móveis e eletrodomésticos (14%) e supermercados (12%) são os setores que os consumidores revelam que irão comprar.
 
A pesquisa constatou também que os presentes de menor valor terão um incremento significativo. Talvez por conta disto o principal destaque será o crescimento da intenção de compra dos bens culturais, como livros, CD’s, DVD, etc., cuja intenção de compra mais do que dobrou em relação ao ano passado com 67% dos consumidores afirmando que comprarão este tipo de produto.
 
O presidente da Fecomércio/RO, Raniery Coelho, prevê que o “impacto do maior otimismo das pessoas começa a se refletir no mercado e, como é normal, as festas e as reuniões de família devem favorecer mais o setor de setor de alimentação fora de casa, supermercados e bebidas. É possível que tenhamos uma surpresa e as vendas cresçam mais do que o esperado”.

Ainda não há comentários, seja o primeiro.