Veja vídeo de Exército DESTRUINDO 500 armas utilizados por criminosos

0
45

O 5° Batalhão de Engenharia de Construção e o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) realizaram a destruição total de 477 armas na manhã desta quarta-feira (2) em Porto Velho. A ação atende ao acordo de cooperação entre o Comando do Exército e o Poder Judiciário firmado no final do ano passado com o objetivo de acelerar a destruição das armas que já liberadas pela Justiça.

O general José Eduardo Leal de Oliveira, da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, destaca a apreensão significativa de 4.400 armas em 2017 e diz que a previsão é que o número aumente neste ano. “Essa quantidade de armas destruídas significa um aumento de 50% em relação aos anos anteriores. Pelo que estamos percebendo, estima-se que em 2018 essa quantidade ultrapasse esses números de 2017, o que gera mais segurança para a sociedade”, afirma.

Ainda segundo o general, essas armas são frutos de ilícitos que transitaram e foram julgados nas diversas comarcas em Rondônia. “Por não haver mais nenhuma pendência em relação à perícia ou coisas afins, o juiz nos envia para que seja destruído”, esclarece.

Antes de serem destruídas, as armas passam por um processo rigoroso dentro do próprio Exército. “Nós recebemos as armas, realizamos uma primeira etapa tirando toda a parte de percussão e verificando se há algum tipo de cartucho na câmara. Feito isso, ela vai para o esmagamento e depois é derretido e fundido saindo definitivamente do mercado”, explica o general dizendo que a maioria das armas é de fabricação caseira.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here