Ultrapassagem perigosa teria sido causa do acidente que matou assessora parlamentar

0
39

O acidente que tirou a vida da assessora parlamentar Mariles de Castro Souza, conhecida por “Linda”, aconteceu no Km 116, da BR-364, sentido Porto Velho, logo após a comunidade do Guaporé, aproximadamente 100 quilômetros de Vilhena, leia. 

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no veículo viajavam quatro pessoas. Mariles de Castro Souza, Daniele Conceição de Castro, Miguel de Castro Gomes e Andreia Mariles Castro Santos.

Segundo a polícia a motorista estava parada atrás da placa “PARE/SIGA”, assim que abriu, tentou ultrapassar uma carreta, mas acabou perdendo o controle do veículo, saiu da pista e capotou por pelo menos quatro vezes.

Mariles morreu no local, já Daniela e Miguel foram socorridos com ferimentos leves ao hospital de Pimenta Bueno. A informação é que uma tia de Linda que mora em Salto do Céu no Estado do Mato Grosso teria morrido ao saber da morte da sobrinha.

Porém, um fato agravante é que a pessoa que dirigia o carro, ou seja, Daniela, não possuiria Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ela foi qualificada nos autos e deverá responder por homicídio culposo, na direção de veículo automotor, referente a vítima fatal e lesão corporal culposa referente aos demais que estavam no automóvel.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.