Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), revelados nesta quarta -feira (1), mostraram a composição do eleitorado nos estados do Brasil. São dados importantes para delinear o perfil de quem vai escolher este ano o novo presidente da República, além de deputados federais, estaduais, senadores e governadores.

Em Rondônia, assim como no restante do Brasil, a maioria é feminina, ou seja, as mulheres hoje representam  50,4% dos votantes por aqui. Elas são pouco mais 593 mil de um total de 1.175.733 de pessoas aptas a ir às urnas em nossa unidade federativa.

Desse total a esmagadora maioria (967.396 eleitores) vai votar pelo sistema de biometria, presente já em 36 cidades rondonienses. 

DADOS DO BRASIL — Pela primeira vez, segundo o TSE, eleitores transexuais e travestis terão seu nome social impresso no título de eleitor e no caderno de votação das Eleições 2018. Nome social é aquele que designa o nome pelo qual o transexual ou travesti é socialmente reconhecido. 

Os jovens de 16 e 17 anos, cujo voto é opcional, representam menos de  1% do eleitorado nacional. Já os eleitores acima de 70 anos, que também têm voto facultativo, são mais numerosos que há quatro anos. Em 2018, 12 milhões de eleitores nessa idade podem exercer o direito de escolher seus representantes, o que significa um aumento de 11,12% em comparação às eleições de 2014. 


Estado com a maior população do país, São Paulo continua a ser o maior colégio eleitoral brasileiro, com 33.040.411 eleitores. O segundo maior eleitorado está em Minas Gerais, que soma 15.700.966 votantes, seguido pelo Rio de Janeiro, com 12.406.394 cidadãos aptos a participar do pleito este ano. 

Dados referentes ao nível de instrução mostram que a maior parte do eleitorado com registro na Justiça Eleitoral possui ensino fundamental incompleto. As estatísticas também revelam que 59,6% dos eleitores estavam solteiros no momento do registro/atualização do cadastro eleitoral. 

Ao todo, cerca de 940 mil eleitores declararam ter algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. São cidadãos que comumente precisam de atendimento especial no dia da votação e podem votar em seções adaptadas pela Justiça Eleitoral.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here