TRT suspende novamente as atividades da JBS em São Miguel do Guaporé

0
45

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-14) suspendeu, pela segunda vez, as atividades do frigorífico JBS em São Miguel do Guaporé (RO). A decisão visa resguardar a vida e saúde dos trabalhadores e, por consequência, de todos os moradores da cidade. O frigorífico já tinha sido fechado no dia 27 de maio por uma infecção de Covid-19 em funcionários, mas o local foi reaberto em 5 de junho.
Segundo a nova decisão da desembargadora Maria Cesarineide de Souza Lima, o número de casos de coronavírus subiu mais de 1000% em São Miguel entre 26 de maio e 15 de junho, quando o número de infectados saltou de 46 para 558.

O pedido para suspender as atividades da JBS, de novo, foi do Ministério Público do Trabalho (MPT), que alega uma possível disseminação do vírus nas dependências do frigorífico. A Justiça do Trabalho acatou o pedido e destacou:

‘Está claro que o diferencial em São Miguel é a existência da planta da JBS, maior empregador da região. Sem querer adentrar, neste momento, acerca da culpabilidade da JBS na transmissão da doença, é fato que a atividade frigorífica contribui para a disseminação do vírus, pois a maior parte dos operários laboram em ambiente fechado, artificialmente frio’, diz.

Outro ponto determinante para a justiça suspender as atividades frigoríficas é quanto a rede pública e privada de saúde. Segundo o judiciário, a cidade não comporta atender tantos casos graves da doença e, com isso, os pacientes precisam se deslocar para a Cidade de Cacoal (RO), a 190 quilômetros de São Miguel.


‘Visualiza-se o perigo da demora, porquanto a continuidade da empresa pode ocasionar danos irreparáveis aos empregados e a toda a região, não apenas de violação ao direito a saúde, mas com potencial de ocasionar morte’, afirma a decisão.
Segundo o TRT-14, as atividades do frigorífico precisam ficar suspensas até o frigorífico cumprir todas as medidas que ‘inibam’ a proliferação da Covid-19.
Procurada pela reportagem, a JBS disse ‘não comentar processos judiciais em andamento’.

Até o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), São Miguel do Guaporé tem 677 casos de Covid-19, sendo que destes, 532 pacientes já estão recuperados. A cidade tem seis óbitos decorrentes da doença.
Eis o que diz a JBS em nota:
‘A JBS não comenta processos judiciais em andamento.
A empresa reitera que tem como objetivo prioritário a saúde de seus colaboradores e ressalta que desde o início da pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 na sua unidade de São Miguel do Guaporé (RO) e em todas as suas plantas no Brasil, conforme as orientações dos órgãos de saúde e protocolo do Ministério da Saúde, Economia e Agricultura. A JBS também segue as orientações do Hospital Albert Einstein e especialistas médicos contratados pela Companhia para apoiar na implantação rigorosa de medidas para a proteção de seus colaboradores.
Entre as ações adotadas pela Companhia, estão:
– afastamento de pessoas que fazem parte do grupo de risco como maiores de 60 anos, gestantes e todos os que tiveram recomendação médica;
– desinfecção diária das unidades;
– medição de temperatura de todos antes do acesso às fábricas;
– vacinação contra gripe H1N1 para 100% dos colaboradores;
– ações de distanciamento social;
– monitoramento permanente de 100% dos colaboradores;

– forte comunicação de prevenção e de cuidados contra a Covid-19, entre outras ações.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here