O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação, em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação, classificou este ano três cursos da Universidade Federal de Rondônia (Unir) entre os bons do país.

Segundo o professor Jorge Coimbra, pró-reitor de graduação, o curso de Medicina ficou entre os 35 melhores com a nota 4. Agronomia, também alcançou a nota 4, mas o destaque é para o curso de Enfermagem, que ficou com o quarto lugar entre os melhores do Brasil, com a nota 4,8. 

“Esse resultado de alguma maneira reflete esse processo, cumulativo, onde fizemos melhorias de infraestrutura, contratação de professores – hoje o curso de Medicina conta com 50 docentes, laboratórios, investimentos fundamentais em equipamentos, enfim, tudo isso com diante de um quadro atual de contenção de recursos”, afirmou Coimbra.

As bolsas de incentivo também são responsáveis pela qualidade, que de acordo com o pró-reitor, também contribuem para a formação de uma maneira mais integral do aluno. 

Quanto à falta de hospital universitário, o professor diz que o custo é muito alto para a manutenção. “Há controvérsias sobre a facilitação que esse hospital traria. Todas as universidades que têm o hospital, sofrem com um investimento muito grande, claro que depende da conjuntura. Temos um projeto que está em andamento, mas com muita dificuldade, porque tudo depende dessa disponibilidade de recursos”, revelou.


 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here