Além da derrota ontem do Ji-Paraná FC para o Vilhenense EC por 1 X 0, mais um fato marcou a partida de ontem, no estádio Biancão envolvendo a torcida Galo Azul e torcedores presentes à arquibancada do Biancão. Alguns deles protestaram do “excesso” de bandeiras da Torcida, dizendo que elas estariam impedindo a visão do campo

Em dado momento uma garrafa de água teria sido arremessada em direção ao grupo, assustando a todos e com o risco de causar algum ferimento em alguém. Indignados contra este ato de “violência”, a Torcida Galo Azul publicou uma nota de repúdio em redes sociais esta manhã, assinada pelo seu presidente Riller Seixo.

O diretor-tesoureiro do Ji-Paraná FC, Leandro Ferreira Filho, disse que este fato isolado muito recente ainda não foi discutido pela diretoria. Mas ele acredita que o clube não deverá interferir nesta questão em respeito à independência da torcida. “A torcida Galo Azul tem presidente eleito, é completamente independente e não é vinculada oficialmente ao Ji-Paraná FC. Portanto, acho que não devemos, por enquanto fazer alguma interferência “, disse ele por telefone à redação do Repórter RO.

A reportagem entrou em contato, pelo telefone e pelo whatsapp com Riller Seixo, mas ele declarou que a Torcida Azul se manifestaria somente por meio desta Nota de Repúdio nas redes sociais. 




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here