Estruturar a categoria dos terapeutas alternativos no estado de Rondônia, integrar seus profissionais e criar mecanismos de levar os benefícios das terapias à população em geral. Estes foram os grandes objetivos do 1º Encontro Estadual de Terapeutas de Rondônia, que aconteceu neste sábado (15), no Hotel Jacone, em Ji-Paraná.

Neste sentido foram organizadas palestras com temas como “O Brasil precisa de terapeuta naturistas?”, “Plano de carreira e posicionamento de mercado” e “Conduta e postura profissional”. O evento recebeu 57 participantes de todo o estado.

A TERAPEUTA TERESÂNGELA VAREA FALOU SOBRE O TEMA “CONDUTA E POSTURA PROFISSIONAL”

“Este encontro será realizado todos os anos daqui para diante e nesta primeira edição recebemos terapeutas de várias cidades do estado. Precisamos organizar e fortalecer nossa categoria aqui em Rondônia”, declarou Carla Kátia de Oliveira, presidente da entidade, psicoterapeuta e terapeuta floral. Ela abriu o encontro falando da trajetória do sindicato, que ainda não completou um ano de existência, e das muitas metas para 2019.

Entre os grandes desafios da entidade para o ano que vem estão o de difundir o papel do terapeuta alternativo no estado, divulgar possibilidades das terapias na melhoria da qualidade de vida física e mental, organizar etapas de formação técnica para os terapeutas e mobilizar a população para o conhecimento e benefícios oferecidos pelas terapias alternativas.

Maria do Rosário Pinto, massoterapeuta ayurvédica que atua em Porto Velho, disse que o sindicato dá à categoria estrutura e respeitabilidade para o exercício da profissão. “Sou uma apaixonada pelas terapias alternativas e a integração dos profissionais só aumenta o valor e o reconhecimento profissional aqui em nosso estado”, informou à reportagem do Repórter RO.


PARA MOACIR DOS SANTOS Sanches, terapeuta naturalista e homeopata, o encontro foi muito útil para o fortalecimento da categoria como um todo. “Se os terapeutas que faltaram tivessem ideia do valor das informações ministradas não teriam deixado de vir”, ressalta, reforçando que oportunidades deste tipo precisam acontecer com frequência.

A jovem massoterapeuta Iara Cristina Silva, de apenas 21 anos, também saiu satisfeita com a qualidade das palestras e das propostas do sindicato na luta pelo reconhecimento da profissão de terapeuta. “Fiquei especialmente surpresa com os benefícios e propriedades do óleo de avestruz”, revelou.

O encontro contou com o patrocínio das empresas Amazon Struthio, que comercializa seu conhecido óleo de avestruz, e da BioFóton, distribuidor exclusivo Biowelfare.

Depois do evento houve um grande jantar oferecido pelo sindicato e pelos patrocinadores no Esporte Clube Vera Cruz.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here