Não haverá reajuste no valor da tarifa de ônibus e mototáxis praticada durante a 38ª Expojipa. Este foi o grande acerto da reunião intermediada pela Associação Rural de Rondônia (ARR) com representantes da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMT), Associação dos Mototaxistas de Rondônia e Associação dos Taxistas do Município de Ji-Paraná.

Outro fator que ficou definido foi a garantia de transporte aos visitantes, principalmente após o encerramento dos shows. “Foi uma reunião muito proveitosa, na qual todos concordaram em manter o valor atual da tarifa sem reajuste aos usuários. Ficou acertado valores de R$ 4,00 para a tarifa das seis da manhã ás 22 horas e, após às 22h até seis da manhã, tarifa de R$ 7,00”, disse Sérgio Ferreira, presidente da ARR.

Para o presidente da AMT, Paulo Moura, uma iniciativa louvável da Associação Rural: “O que vemos aqui, é um consenso de todas as partes. Todos entenderam a importância da feira agropecuária e a preocupação com transporte das pessoas. Nós estaremos fiscalizando todos os dias”, declarou Moura.

Para Bruna Nemésio, acadêmica de direito e participante assídua da Expojipa, essa é uma boa noticia para muitos participantes da festa. Segundo ela, não tinha coisa pior que no fim do show, não ter transporte para ir embora, e quando tinha os valores eram exorbitantes. “No ano passado meus amigos, reclamaram dos valores praticados, chegaram a pagar até R$ 15 saindo do parque até o Km 4. Com essa decisão muitos vão aproveitar a festa e ficar até fim dos shows, porque sabem que haverá transporte na hora de ir embora”, agradeceu.

Nesta edição a Expojipa contarácom cinco shows: cinco shows: Simone e Simaria, dia 12; Kleber e Kauan, dia 13; Chitãozinho e Xororó, dia 14, Felipe Araujo, dia 15; e Marcos Alexandre, no dia 16, que é o Domingo Solidário, cuja renda será revertida para a APAE e para o Grupo de Apoio aos Portadores de Câncer de Ji-Paraná.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here