A saúde nas Unidades Básicas e Especializadas de Ji-Paraná tem passado por processos de melhorias nos últimos doze meses com a implantação da Planificação, um projeto nacional que visa reorganizar a Atenção Primária à Saúde nos municípios.

A implantação é realizada pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), e conta com o apoio do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e o Governo do Estado de Rondônia.

A inovação tem dado bons frutos como a reorganização dos processos de trabalho, conforme os princípios da planificação, servindo de modelo para as outras unidades e demais municípios de Rondônia.


Um dos avanços é o bloco de horas, o atendimento com hora marcada, evitando filas de espera nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Agora os pacientes das unidades Dois de Abril, Dom Bosco e Nova Brasília são atendidos no dia e horário previamente marcados. O agendamento pode ser feito por telefone.

“Isso diminuiu o tempo de espera e o tumulto nas unidades. O objetivo é ampliar para todas as UBS”, explicou o diretor da Atenção Básica, Bruno César.

OUTRO AVANÇO foi a informatização das unidades. Todo o atendimento é feito por meio do sistema eletrônico. Desde a triagem até a consulta, o histórico do paciente fica registrado no sistema de maneira segura. Isso facilita para que o médico faça o acompanhamento do paciente de maneira mais eficaz.

“Tudo isso tem tornado nosso atendimento mais eficiente. A partir do momento que você organiza a rotina de trabalho, conhece o território que atende, consegue planejar estratégias necessárias para que a condição de saúde dessas pessoas melhore ou não se agrave. Sabemos que a atenção primária é capaz de resolver até 85% dos problemas de saúde de uma comunidade, através da prevenção”, explicou Marlene Alencar, diretora do Programa Estratégia Saúde da Família.

Em Ji-Paraná já são mais de doze meses de trabalho por meio de seminários, oficinas, tutorias e reuniões com a participação e colaboração efetiva de todos os servidores das Unidades Básicas de Saúde.

Com a reorganização da Atenção Primária, a Prefeitura de Ji-Paraná está implantando o Centro de Referência Ambulatorial Materno Infantil, o CREAMI, para atender crianças de até dois anos de idade com complicações e gestantes de alto risco.

Para a facilitadora do CONASS Rosane de Lucca, Ji-Paraná é referência para outros municípios, pois tem tido envolvimento das equipes e gestão.

“A gente percebe uma grande evolução nos processos de trabalho das equipes Saúde da Família com relação a ampliação do acesso da população e acompanhamento das gestantes e crianças. A gente parabeniza Ji-Paraná pelo comprometimento e rapidez na resolução das questões importantes. E isso vai refletir lá na frente com menos pessoas doentes nos hospitais”, disse a facilitadora.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.