Sipam diz que temperaturas continuarão altas junto com poucas de chuvas no estado

0
12

Segundo o Serviço de Proteção de Amazônia (Sipam) a última chuva registrada em Rondônia foi há 23 dias, em Ji-Paraná . Em Porto Velho, a última precipitação deu-se no dia 4 de julho, há mais de um mês portanto. Ainda de acordo com o órgão a partir desta sexta-feira (21) as temperaturas serão mais amenas com a chegada da massa de ar polar ao estado.

Segundo a Divisão de Meteorologia e Climatologia do órgão a previsão é de pancadas isoladas de chuvas em Guajará-Mirim (RO) na próxima quarta-feira (19) e nas demais regiões na quinta-feira (20), inclusive na capital. Essas chuvas serão causadas pela massa de ar polar que deverá atingir o estado na manhã de 20 de agosto. Entretanto, até lá, as temperaturas continuarão subindo.

“Os períodos que antecedem a chegada da massa polar costumam ser mais quentes, o que chamamos de aquecimento pré-frontal, que é resultado da compressão do ar quente já existente no local, pela massa de ar fria e densa que está chegando”, explica o meteorologista Diego Silva.

O AUMENTO DAS QUEIMADAS  ocasiona a diminuição da qualidade do ar. Elas prejudicam a saúde humana e o meio ambiente. Por gerar a diminuição da fauna e flora, as áreas de florestas também diminuem a evapotranspiração vegetal, que é responsável por grande parte do vapor d´água presente na atmosfera — não só da Região Amazônica como de grande parte do Sul e Sudeste brasileiro.

Além da alteração do ciclo hidrológico, as queimadas aumentam a concentração de poluentes no ar e os gases que contribuem para o efeito estufa e aquecimento global.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here