A terceira edição do Simpósio Manejo Sustentável de Pastagens em Rondônia será realizada nos dias 28, 29 e 30 de novembro, no Centro de Treinamento da Emater-RO, em Ouro Preto do Oeste. O objetivo do evento será o de discutir técnicas que melhorem a alimentação do gado leiteiro com vistas a elevar a produtividade e a qualidade da produção leiteira, além da troca de conhecimentos entre os participantes.

As inscrições são limitadas e podem ser feitas pelo site da Emater-RO ou clicando AQUI

O 3º Simpósio Manejo Sustentável de Pastagens em Rondônia  é uma realização do Governo do Estado de Rondônia com a participação dos órgãos governamentais Emater-RO, Seagri, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Embrapa-RO, Sebrae-RO e Conselho Regional de Medicina Veterinária de Rondônia.

A realização deste evento, a cada dois anos, tem obtido grande êxito e superado as expectativas tanto na participação do público, quanto no resultado obtido com a implantação das práticas discutidas. Só para se ter uma idéia, dos 7,5 milhões de hectares de área de pastagens existentes em Rondônia, 63% encontram-se em degradação, uma extensão muito grande que precisa ser reaproveitada.

A BOVINOCULTURA LEITEIRA é uma das principais fontes de renda da agricultura familiar em Rondônia e de grande importância para a economia local. Com uma produção de mais de dois milhões de litros de leite por dia, o estado lidera o ranking da produção leiteira na região Norte e vem ganhando destaque também na produção de queijos tipo muçarela, hoje exportada para os estados do sul do país.

Mas para se chegar a esse patamar foi preciso muito esforço e investimento em políticas públicas que garantissem o fortalecimento do setor agropecuário do estado. O Mais Leite a Pasto, por exemplo, executado pela Emater-RO para promover a melhoria genética do rebanho e a alimentação dos animais (manejo de pastagem), trouxe incentivo à produção de leite sem nenhum custo para o produtor rural.

As atividades realizadas pela Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e Emater-RO têm propiciado a utilização de práticas mais adequadas que minimizam esses impactos, promovendo a recuperação dessas áreas. Com a realização do Simpósio a cada dois anos é possível discutir os resultados obtidos e buscar novas alternativas com os diversos setores da atividade, incluindo ensino, pesquisa e extensão.

 

Acesse aqui o conteúdo programático do Simpósio

Ainda não há comentários, seja o primeiro.