Nesta terça-feira (06), durante a Sessão Ordinária itinerante da Câmara Municipal de Ji-Paraná, realizada na Escola Estadual Osvaldo Piana no Bairro, Jardim das Seringueiras, houve uma manifestação pacífica da família e amigos da vítima do caso do vereador Clodoaldo Cardoso.

Várias faixas foram abertas pedindo justiça, algumas expressando a indignação pelo fato do vereador que está preso ainda estar recebendo salário. Durante toda sessão as faixas ficaram abertas pedindo justiça pela morte de Paulo.

RECORDE O CASO — Segundo uma mulher relatou aos policiais, ela  estava no carro com o vereador Clodoaldo Cardoso, no dia 10 de fevereiro. Ele a levava para sua casa no bairro São Francisco, pela rua Tiradentes, quando o ex-marido desta mulher, identificado como Paulo, teria passado no sentido contrário em um carro de cor vermelha. Ele retornou e teria batido intencionalmente no carro de Clodoaldo.

Com a colisão o homem teria passado a agredir o vereador. Este, por sua vez, que teria sacado sua arma e atirado duas vezes atingindo a barriga e depois  na cabeça da vítima. Em seguida Clodoaldo, segundo a testemunha, teria fugido pedindo que a mulher permanecesse no local. 

A vítima chegou a ser socorrida ainda com vida ao Hospital Municipal de Ji-Paraná, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu durante os trabalhos de remoção para uma UTI de outra localidade. .


 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here