Os trabalhadores do Sistema Eletrobras (Ceron e Eletronorte) deliberaram na tarde desta quinta-feira (22) pela paralisação de suas atividades por 72 horas nos próximos dias 28 e 29, antecipando-se à greve geral de todas as empresas do país, convocada para o próximo dia 30. Segundo o presidente do Sindicato dos Urbanitários de Rondônia (Sindur), Nailor Gato, a categoria já havia aderido ao movimento geral e, caso a proposta enviada a Eletrobras não seja aprovada, com prazo de resposta até o dia 27, os trabalhadores vão parar por três dias.

A proposta da categoria, já em clima de protesto nesta quinta-feira, com movimento durante todo o dia na frente da Ceron, na Avenida 7 de Setembro, em Porto Velho, foi encaminhada para a empresa em busca de alternativas e aperfeiçoamento no Plano de Aposentadoria Extraordinária (PAE) e a suspensão do Centro de Serviços Compartilhados (CSC), além do pagamento da PLR e a data do pagamento do Ticket Extra.

A paralisação de 72 horas mais a greve geral do dia 30 foi deliberada após a assembleia geral durante a tarde, e a decisão foi unânime. “Nós queremos respeito, e a empresa tem até o dia 27 para nos responder. Caso contrário, todas as atividades serão suspensas”, afirmou o presidente do Sindur.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here