Seminário em Ji-Paraná propõe integração da Atenção Primária com Ambulatorial Especializada

0
42

A Prefeitura de Ji-Paraná, em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e o Governo do EstadEo de Rondônia, realizou nesta terça-feira (4), o Seminário Macroregional de Integração da Atenção Primária à Saúde com a Atenção Ambulatorial Especializada.

O Seminário teve como principal objetivo reunir prefeitos, secretários de saúde, gestores e servidores de 30 municípios de Rondônia para apresentar os resultados do trabalho da Planificação, um projeto nacional que visa reorganizar a Atenção Primária à Saúde nos municípios.

Segundo a facilitadora do Conass, Denise Silva, a planificação é um projeto importante que precisa contar com o apoio fundamental das Secretarias de saúde dos municípios envolvidos.

“A linha de cuidado escolhida pela Planificação foi a Materno Infatil, mas quando você começa o processo de planificação e que todos compreendem, você instrumentaliza os servidores com conhecimento e material e todos os usuários são beneficiados”, explicou Denise Silva.

O secretário de Saúde Renato Fuverki,ressaltou a economia que o município gera quando investe a saúde preventiva, que é capaz de resolver de 80 a 85% dos problemas de saúde de uma comunidade. “Por isso a Prefeitura de Ji-Paraná está investindo na estrutura das Unidades. Foram definidas três Unidades Laboratórios (Nova Brasília, Dom Bosco e Dois de Abril)”, explicou o secretário.


 A Planificação da Atenção Primária à Saúde é uma proposta que vai além da capacitação dos servidores. Incentiva e orienta sobre a maneira de desenvolver as ações com mudanças efetivas nos processos de trabalho dos profissionais que compõe as equipes e gestão.

Em Ji-Paraná já são 10 meses de trabalho por meio de seminários, oficinas, tutorias e reuniões com a participação e colaboração efetiva de todos os servidores das Unidades Básicas de Saúde.

Com a reorganização da Atenção Primária, a Prefeitura de Ji-Paraná está implantando o Centro de Referência Ambulatorial Materno Infantil, o CREAMI, para atender crianças de até dois anos de idade com complicações e gestantes de alto risco.

“O Centro conta com uma equipe multiprofissional com obstetra, psicólogo, pediatra, nutricionista, assistente social, fisioterapeuta, enfermeiros. Além de equipamentos novos como ultrassom com doppler, um cardiotocógrafo e um aparelho de eletrocardiograma. A Unidade será inaugurada no próximo ano” disse o diretor do Departamento de Atenção Básica, Bruno Cesar.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here