Secretaria Nacional de Segurança Pública abre inscrições para cursos a DISTÂNCIA

São mais de 70 opções de cursos neste 43º ciclo, com carga horária entre 40h e 60h

0
47

Até o dia 20, domingo, servidores das Polícias Militar e Civil, do Corpo de Bombeiros e também agentes penitenciários  podem se inscrever na Rede de Ensino a Distância (EaD) da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). São mais de 70 opções de cursos neste 43º ciclo, com carga horária entre 40h e 60h.

As inscrições devem ser feitas através do Portal da Rede EaD/Senasp (http://portal.ead.senasp.gov.br/), as matrículas serão homologadas após comprovação do vínculo funcional junto às instituições dos profissionais.

Em caso de dúvidas sobre cadastro, login e senha será necessário entrar em contato com o Tutora máster do Telecentro da   Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Mara Franchetto através do e-mail [email protected] ou pelo telefone 3216-8930.

Segundo Franchetto, cada aluno pode fazer até dois cursos por ciclo. A previsão é que as aulas iniciem no dia 19 de junho e  que sejam finalizadas até agosto para os cursos de 60 horas. Entre as novidades estão os cursos na área de psicologia, Videomonitoramento, Balística Forense Aplicada, Polícia Comunitária II e Introdução a Tecnologia Sprinkler de Combate a Incêndio.

“OS CURSOS SÃO OFERTADOS na modalidade online, possibilitando que os alunos estudem em qualquer local com acesso à internet e horários flexíveis. Isso permite alcançar a maior parte dos servidores, entretanto existem nos telecentros da capital e nos municípios salas com computadores para que os alunos façam os cursos caso não disponham de mecanismos de acesso próprio”, explicou Mara Franchetto .

A tutora explica ainda que na capacitação em alguns cursos a exemplo do curso de condutor de veículo de emergência dá direito ao servidor uma gratificação salarial. Já para os cursos de graduação também há vantagens.

“É importante ressaltar, que no âmbito acadêmico, os cursos da Rede EaD/Senasp podem ser aceitos como atividades complementares para os cursos de Bacharelado ou Licenciatura, de acordo com o regulamento de cada Instituição de Ensino Superior”,  finalizou Mara Franchetto.

Ainda não há comentários, seja o primeiro.