Secretária de Saúde diz que UTIs de Ji-Paraná devem voltar a funcionar em 30 dias

A volta das UTIs está dependendo apenas da compra da medicação especializada que está em falta no mercado

0
36

Em entrevista concedida ao programa Alvorada Ao Vivo da Rádio Alvorada, na manhã desta sexta-feira (09), a secretária interina de Saúde de Ji-Paraná, Franciany Brasil, informou que esteve em Porto Velho essa semana para conversar de perto com o governo do Estado sobre as 10 UTIs que estão bloqueadas na cidade.

Elas precisaram ser desligadas pela falta da medicação específica. “Foram inauguradas essas dez UTIs, mas apenas cinco estavam funcionando já por conta da falta de medicação. Quando ela acabou de vez, precisamos infelizmente promover o desligamento de todas elas”, explicou a secretária interina.

O governo do estado, através da Secretária de Estado da Saúde (Sesau), forneceu recursos para se fazer a manutenção das UTIs, como a remuneração do pessoal especializado e a compra de medicamentos, por três meses. E se houvesse necessidade mandaria recursos para mais três meses.

“Recurso há, mas o problema é que a morosidade dos procedimentos burocráticos fez com que essa compra de medicamentos atrasasse e quando pôde acontecer, as indústrias, além de praticarem um preço exorbitante, disseram não ter estoque ou insumos para a produção de tais medicações. Já empenhamos a compra desses medicamentos e, acredito que nos próximos 30 dias, isso deve acontecer e as UTIs, por fim, voltem a funcionar”, disse Franciany.

Fechar o Comércio?


Os leitos de UTI’s disponíveis no município hoje estão todos lotados e as pessoas necessitadas estão sendo remanejadas para a capital. A secretária acredita que se os casos continuarem subindo em Ji-Paraná e no estado, há uma grande risco de um colapso na saúde.

“Não queremos e nem achamos conveniente proceder o fechamento do comércio, mas se as pessoas continuarem a se aglomerar, será uma medida que seremos obrigados a tomar. Não é nossa intenção, mas precisamos contar com a colaboração de cidadão para que seja mais consciente quanto ao momento de pandemia, pois vidas estão sendo perdidas”, enfatizou a secretária interina.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here