Secretária de Saúde diz que carência de médicos é por causa dos salários

Para amenizar a situação Câmara Municipal acaba de autorizar reajuste de R$ 83% no valor dos plantões e deverá fazer novo teste seletivo em breve

0
83
A SECRETÁRIA GUARACIABA RECEBE O VEREADOR EDIVALDO GOMES EM SEU GABINETE

Para tentar reverter o quadro da questão salarial dos médicos atuando no serviço público em Ji-Paraná a Câmara Municipal acaba de aprovar um reajuste nos plantões médicos, elevando-os de R$ 600,00 para R$ 1.100,00. Outra medida que está sendo tomada é a realização de um teste seletivo para contratar novos profissionais.

De acordo com a secretária municipal da Saúde, Guaraciaba Teixeira, o salário pago pela Prefeitura de Ji-Paraná não se equipara ao valor do programa Mais Médicos que é de R$ 11 mil (líquido), mais R$ 2,5 mil de bolsa (livre de tributação). No município, a importância é de R$ 8 mil (bruto).

VEREADOR EDIVALDO GOMES CONVERSA COM CIDADÃOS NO HOSPITAL MUNICIPAL

Ao vereador Edivaldo Gomes, Guaraciaba lamentou o número insuficiente de médicos e afirmou que não há solução imediata para o problema se a Prefeitura de Ji-Paraná não tiver condições de melhorar os salários da categoria. Segundo ela, as falhas no atendimento decorrem da falta de profissionais, tanto no hospital quanto nas unidades básicas de saúde.


“Fiz uma visita de fiscalização [nesta semana] no Hospital Municipal de Ji-Paraná. Infelizmente, uma quantidade grande de pessoas estava para ser atendida no pronto-atendimento e também na ala de ortopedia”, avaliou o vereador Edivaldo Gomes. Segundo ele, embora a escala indicasse o padrão de dois médicos, apenas um fazia o atendimento. No momento da estada do vereador, uma médica apresentou pedido de demissão. “É muito preocupante para saúde da população a falta de médicos no município de Ji-Paraná”, alertou o edil. 

“Como vereador, vou cobrar do poder executivo que aumente o salário dos médicos para que tenham o salário compatível com o do ‘Mais Médicos’ e também de cidades vizinhas, caso contrário daqui a alguns dias não teremos mais profissionais com disposição de atender no Hospital Municipal, colocando a população em sofrimento ainda maior. A Câmara de Ji-Paraná vai cobrar providências”, assegurou.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.