Rondônia fecha setembro como o segundo estado do país com mais queimadas

0
23

Rondônia fechou o mês de setembro como o segundo estado do país com mais registro de queimadas. Foram 6.035 focos, conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Em relação aos estados da Amazônia, o Mato Grosso lidera com 6.638. Na Região Norte, o estado rondoniense é o campeão. Nos quatro primeiros dias de outubro, já são 40 focos identificados.

Os focos registrados pelo satélite do Inpe mostram que Mato Grosso fechou setembro com 6.638, seguido por Rondônia com 6.035, Amazonas com 4.936, Pará com 4.892 e o Acre com 4.378. Sergipe teve somente dois focos de queimadas.

Entre os incêndios mantiveram Rondônia no topo da lista dos estados que mais queima, está o incêndio de grande proporção, que teve início em 11 de setembro e destruiu mais de 3 mil hectares, em uma reserva ambiental em Nova União, município da Região Central. E ainda outro em Mirante da Serra. Homens do Corpo de Bombeiros (CBMRO) e PrevFogo só conseguiram controlar as chamas após vários dias de trabalho, uma vez que o local é de difícil acesso. À época foram encontrados vários animais mortos.

Porto Velho continua no topo do ranking dos municípios que mais queimam no país. Os dados do Inpe mostram que já foram registrados 2.944 focos de incêndio neste ano. A capital rondoniense é seguida por Lábrea, no Amazonas, com 2.069 registros. O município rondoniense Nova Mamoré também figura na lista. É o sexto com 1.181 focos.

DOENÇAS E MULTAS — A fumaça diminui a qualidade do ar provocando doenças respiratórias, como asma e renite que na maioria das vezes atingem principalmente idosos e crianças, considerados vulneráveis. Quando a queimada acontece às margens de rodovias, pode diminuir a visibilidade dos motoristas e, com isso, provocar acidentes graves. 


A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) informou que as multas para quem for flagrado fazendo queimadas variam de R$71,90 a R$ 7 milhões. As denúncias podem ser feitas pelo Whatsapp 99374-8556, através do 0800 647 20 ou diretamente no site sema.portovelho.gov.br



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here