A delegação rondoniense conquistou 12 medalhas nos Jogos Escolares da Juventude, nas etapas de Manaus (AM) e de Natal (RN). Organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). Este resultado é o segundo melhor de Rondônia nos jogos brasileiros. Em 2017 o estado conquistou 14 medalhas.

O evento reuniu mais de 5 mil atletas de 12 a 17 anos de todos os estados brasileiros que competiram em 14 modalidades individuais e coletivas nos gêneros masculino e feminino, desde o último dia 12, na capital potiguar. Esse é o maior evento esportivo escolar do país.

Na primeira etapa dos Jogos, realizada na capital amazonense em setembro, a equipe infantil do voleibol masculino da escola estadual Graciliano Ramos, de Cacoal, subiu no mais alto degrau do pódio e ficou com a medalha de ouro e garantiu a participação nos Jogos Escolares em Natal.

Outras cinco equipes coletivas conquistaram medalhas de bronze, que são: as equipes do basquete infantil e juvenil feminino do colégio Dom Bosco, de Porto Velho; o futsal infantil masculino do Instituto Maria Auxiliadora, de Porto Velho; o voleibol infantil feminino, da escola estadual Maria Arlete, de Vilhena, e, o handebol infantil feminino da escola estadual Castro Alves, de Cerejeiras. A realização da etapa regional em Manaus atende ao novo formato dos Jogos Escolares da Juventude implantado em 2018 pelo COB.

Em Natal, o atleta Orlando Neto, do ciclismo da escola estadual Ricardo Catanhede, de Ariquemes, garantiu as primeiras medalhas ao Time Rondônia. Ele ganhou ouro e bronze em duas das três provas ofertadas na competição em nível nacional.


Em seguida, no atletismo, Jarley Cuellar, aluno da escola estadual Joaquim Pereira da Rocha, de Machadinho D’Oeste, garantiu outras duas medalhas. A de prata o garoto conquistou no salto em distância, já a de bronze Cuellar ganhou na prova de velocidade, nos 75 metros rasos. “Na minha cidade sequer tenho caixa de areia para treinar saltos. Dei o meu melhor e o resultado é esse: medalhas”, afirmou o estudante de Machadinho.

O terceiro pódio rondoniense em Natal foi do judoca Metusael Barros, de 13 anos. “Desde os três anos de idade que eu treino. Ganhar essa medalha é a realização de um sonho”, disse o medalhista de prata, aluno da escola estadual Carlos Drumond, em Presidente Médici.

“Nossos judocas lutaram bravamente na competição. Apenas um pódio no judô representa muito para Rondônia, pois o esforço dos atletas em superar barreiras e enfrentar excelentes judocas de outros estados nos exalta e é o que precisamos ressaltar”, disse um dos técnicos em Natal, o professor Haroldo Arouca, agradecido pelo investimento do governo estadual no esporte escolar e o apoio e integração dos técnicos durante a competição.

A última medalha dos rondonienses, de bronze, foi conquistada na modalidade de luta olímpica. Thiago Oliveira, 13 anos, subiu ao pódio representando Rondônia pela primeira vez em que competiu nesse esporte. “Essa medalha me despertou o desejo de seguir praticando a luta e futuramente ser destaque nacionalmente”, avalia o aluno da escola Marcelo Cândia, de Porto Velho.

ALÉM DAS MEDALHAS, a participação de Rondônia nos Jogos Escolares em Natal registrou excelentes resultados. “Na natação e no xadrez também chegamos bem perto do pódio. Em nossa segunda participação do badminton uma de nossas atletas ficou no quarto lugar. A ginástica rítmica ficou no oitavo lugar em dois aparelhos”, descreve o chefe de delegação, professor Ítalo Aguiar.

A delegação rondoniense viajou a Manaus e a Natal com as despesas de passagens rodoviárias e aéreas custeadas pelo governo estadual, por meio da Gerência de Educação Física, Esporte e Cultura Escolar (Gefece), divisão da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). “Os deslocamentos dentro de Rondônia aos atletas e técnicos são feitos de ônibus. As viagens de ida e volta para Manaus e Natal foram realizadas por transporte aéreo”, detalhou o chefe de delegação.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here