Rondônia aciona Justiça contra União para suspender convocação de médicos por Forças Armadas

0
26

Após atingir mais de 100% de ocupação nos leitos de Covid-19, o governo de Rondônia foi à Justiça contra a União, que tem convocado médicos para alistamento militar naquele estado mesmo durante a pandemia.

Em ação movida pelo estado nesta terça-feira, constam ofícios dos diretores médicos do Hospital de Campanha. Os diretores alertam para o risco no atendimento caso 13 profissionais deixem a linha de frente para fazer residência no Exército e Aeronáutica.

“Com esse possível desligamento dos médicos que foram convocados a se apresentar às Forças Armadas, tememos por um caos sem precedentes ao atendimento dos pacientes que estão urgentemente necessitando, neste momento tão delicado que estamos vivendo”, informa o documento assinado pela diretora geral da unidade, Sandra Maria Petillo Cardoso.

CONFIRA A ÍNTEGRA CLICANDO AQUI



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here