Rio Madeira registra BAIXA de cinco metros em dois meses

0
14
NÍVEL DO RIO MADEIRA ESTÁ DENTRO DO ESPERADO PARA O MÊS DE JULHO EM PORTO VELHO (Foto: Roni Carvalho/Diário da Amazônia)

O nível do rio Madeira registrou uma queda de aproximadamente 5 metros entre o final de maio e início de julho em Porto Velho. De acordo com o Sistema de Proteção da Amazônia, Centro Regional de Porto Velho (Sipam), o nível do rio Madeira está em 796 cm (7,96m), e a tendência é que continue baixando até o mês de outubro deste ano.

Segundo a Coordenadora de Operações, Ana Strava, esse comportamento de vazante do rio, está dentro do esperado. “A cota média para esse período é de 800 cm (8m). Assim, pode-se observar que o rio está com o comportamento normal para o mês de julho”, explicou.

Strava ainda informou que com o nível atual, o transporte fluvial ainda flui sem prejuízos. A partir da cota de 400 cm (4m), a Delegacia Fluvial de Porto Velho emite avisos aos navegantes para restrição de navegação noturna. Abaixo do nível (400m) medido em Porto Velho, alguns pontos ao longo da hidrovia do Madeira começam a ser mais prejudicados, tais como o surgimento de bancos de areia na “travessia do Tamanduá” logo abaixo de Porto Velho e da curva do Belmont.

A previsão de longo prazo do Censipam é de que o rio Madeira baixe até final do mês de setembro e venha a atingir valores entre 2,50 m e 2,20 m, em Porto Velho, no pior cenário de chuvas escassas na bacia até o final da estação seca. Os rios Guaporé, Mamoré, Beni e Abunã que alimentam o Madeira, também estão em processo de vazante.

Nessa época de período seco, é esperada a recessão (redução) dos níveis dos rios. Em Porto Velho, a régua da estação registrou 14,26 m no início de maio e 12,12 no início de junho. Para os próximos três dias, a previsão é de tempo aberto e sem chuva em todo o estado de Rondônia. Consequentemente irá predominar o ar seco, com baixa umidade, atingindo os níveis de atenção abaixo de 30%.

Ainda não há comentários, seja o primeiro.