As águas do Rio Madeira já chegaram ao muro do prédio do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta quinta-feira (7), em Porto Velho. O transbordamento do canal Santa Bárbara,  no Bairro Baixa União, deixou várias ruas nas proximidades interditadas após o nível do Rio Madeira ultrapassar os 17 metros. 

A preocupação dos moradores e comerciantes é que o nível do rio aumente ainda mais, o que pode causar mais transtornos para quem mora na região e para quem precisa passar pelo local. A água já tomou conta de parte da Rua Rogério Weber. Carros, motos e ônibus ainda conseguem passar no local, mas é preciso mais atenção com a lâmina d’água sobre a pista.

Alguns comerciantes localizados no Bairro Cai N’água foram obrigados a fechar as portas e tirar todas as mercadorias; outros já penduraram os objetos na esperança do nível do rio baixar. A Rua João Alfredo, ao lado do antigo Terminal de Integração Municipal, está completamente alagada e interditada.  Já a Rua Euclides da Cunha no Bairro Baixa União, entre as ruas Jaci-Paraná e João Alfredo, ficou completamente alagada e a água invadiu algumas residências. 


Doenças
Durante o período de cheia os cuidados com a leptospirose aumentam e a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) alerta para os cuidados da doença infecciosa causada por uma bactéria chamada Leptospira presente na urina de ratos e outros animais. 

Mesmo sabendo dos perigos de doenças, adultos e crianças se arriscam passando a pé nos locais de alagação mantendo contato direto com a água suja e que pode estar contaminada, o que não é recomendado pela Agevisa.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.