O nível do Rio Madeira continua baixando em Porto Velho e nesta quinta-feira (2) chegou à cota de 4,22 metros, segundo dados da Agência Nacional de Águas (ANA). Nos últimos 12 dias, houve redução de 1,15 metros. Na mesma data do ano passado, o nível era de 4,50 metros. Com o período de seca e de escassez de chuvas é preciso redobrar os cuidados para navegação, principalmente noturna, que deve ser restringida pela Delegacia Fluvial de Porto Velho assim que a cota ficar inferior a 4 metros.

Segundo o delegado fluvial, capitão Alexandre Nascimento Santos, o monitoramento do rio é constante os donos de embarcações precisam ter cuidado e optar por viagens durante o dia. “Assim que ficar abaixo de 4 metros, a Delegacia Fluvial de Porto Velho vai emitir uma portaria restringindo o tráfego das embarcações maiores, comboios no período noturno”, esclarece o capitão, alertando que essas são medida de segurança adotadas todos os anos no período de maior estiagem.

Ainda conforme a Marinha do Brasil, e também relatos de ribeirinhos, o período de seca mais crítico começa no mês de agosto, quando os bancos de areia surgem pelo rio e embarcações podem ficar encalhadas. Para reduzir problemas como estes e garantir maior navegabilidade, está sendo realizada a dragagem em diversos pontos do rio. Pelo segundo ano consecutivo, o serviço deve ser estender até o fim de outubro. 
.

Em Porto Velho, na região da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, os barrancos já aparecem e pequenos deslizamentos já estão sendo registrados.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here