Rio Machado: nível em Ji-Paraná está perto do mínimo aceitável

0
127

Ainda faltando mais de um mês e meio para o início do inverno amazônico, o nível do rio Ji-Paraná (Machado) continua registrando queda, neste município. Esta semana, o nível caiu para 6,33/cm, ou seja, ficando apenas 5/cm acima do limite mínimo permitido. Além do Ji-Paraná, a cidade também é abrangida pelo rio Urupá que sofre em decorrência do período de seca.

De acordo com o responsável pela a anotação diária do nível do rio, Lucenir Saldanha esse ano, o que se pôde observar foi uma queda mais demorada, tendo sido mais acelerada nos últimos dois meses em função da falta de chuvas, não somente em Ji-Paraná, mais principalmente, nas cabeceiras dos rio Megalço e Machado (Pimenta Bueno/Cacoal) e Urupá (Teixeirópolis, Alvorada e parte da BR-429). “Acredito que a situação somente passe a se estabilizar, a partir do segundo semestre de novembro”, declarou Lucenir ao Diário.

Pesca prejudicada

Em contato com o presidente da Colônia de Pescadores Z 9, Manuel Batista a reportagem foi informada que devido ao período de seca, a pesca na região de Ji-Paraná, caiu próximo dos 50%. Segundo ele, quando o nível do rio baixa muito peixes de escamas, pescada, piau, Matrinchã e Pacu são os mais capturados, enquanto que o Pintado, Jandiá, Jatuarana, Tambaqui e Bagres, os mais localizados. Em Porto Velho, Manuel Dantas tentar liberar o pagamento do benefício do programa Período Defeso para 14 pescadores que ainda não receberam.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here