Famílias são retiradas de suas casas por enchente do Rio Machado e Urupá

0
123

Seis famílias tiveram que ser socorridas e retiradas de suas casas durante o final de semana em Ji-Paraná. Os rios Machado e Urupá transbordaram e a água invadiu as residências. Dezenas de famílias que residem em áreas de risco estão sendo monitoradas pelas equipes da Defesa Civil, formada por membros do Corpo de Bombeiros e secretarias de Assistência Social, Meio Ambiente, Obras e Serviços Públicos, Saúde e Meio Ambiente.

As áreas consideradas de risco compreendem parte do bairro Primavera, São Francisco, Centro, Casa Preta, Urupá, Novo Ji-Paraná, Vila Jotão e Duque de Caxias. No domingo, quatro famílias foram socorridas pelas equipes e acomodadas no Ginásio Gerivaldão, outras duas foram socorridas e foram abrigadas em casas de parentes.

Nesta segunda-feira (14) pela manhã, outras duas famílias já haviam solicitado resgate e, segundo informou Meire Zanetin, que coordena a Defesa Civil, há pelo menos outras três famílias na eminência de terem suas casas atingidas pela enchente.

NA ÚLTIMA AFERIÇÃO última aferição realizada às 8 horas desta segunda-feira (14) no Rio Machado, o nível pluviométrico atingiu os 10,98 metros e está quase 50 centímetros acima da margem de segurança. “Estamos torcendo para que ocorra uma diminuição do nível das águas já nesta terça-feira. Porém, como o período de inverno amazônico o tempo é sempre muito inconstante estamos com todas as equipes prontas para atender todas as situações que forem necessárias”, garantiu Meire Zanetin.

A Secretária Municipal de Assistência Social, Sônia Reigota, lembrou que a Prefeitura por meio de seus órgãos, está acolhendo todos os desabrigados oferecendo local seguro, mantimentos, roupas e colchões, visando minimizar o sofrimento dessas famílias. Outra informação prestada por Sônila é que as famílias deverão ser transferidas e alojadas no Ginásio Adão Lamota ainda na manhã desta segunda-feira.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.