A criatividade dos alunos da Escola Almir Zandonadi, localizada no bairro Novo Horizonte, está estampada já na logomarca e no nome do projeto de um periódico escolar: o Jornal Cafezinho da Tarde, uma alusão ao Café com Jornal da TV Bandeirantes, e a logomarca, uma arte feita por um dos alunos, que é uma xícara de café da qual a fumaça se transforma na palavra “Jornal”. No rol de entrevistas escolhidas em reunião de pauta, a secretária de Educação, Leiva Custódio Pereira.

Estamos falando da iniciativa da professora Creonice Pereira de Souza Gatti com os alunos do 5º Ano do período integral, que na manhã desta terça-feira, 14, recebeu a Secretária para ser sabatinada. A entrevista vai virar uma das matérias de destaque da primeira edição do Cafezinho da Tarde, que deve ser impresso na primeira quinzena do próximo mês.

A ideia não é nova, conta a diretora da Almir, Viviane Teixeira, mas o entusiasmo da turma e o envolvimento deles e da escola é. A começar pela logomarca do Cafezinho da Tarde, que foi feita a partir do desenho do aluno Guilherme Rafael.

A secretária participou e ficou surpresa com o nível das perguntas feita pelos alunos, que já às tinham preparado com antecedência. A sabatina foi desde perguntas de cunho pessoal, como sobre as dificuldades que ela teve que enfrentar para se formar e o que ela gosta de fazer nas horas de folga, até questões direcionadas à administração pública de interesse da comunidade, como a pergunta feita pela aluna Gabrieli Neri sobre a possibilidade da construção de uma área de lazer que beneficiasse o Novo Horizonte e os bairros adjacentes como o Residencial Açai, o Colina Parque, o Parque Amazonas e o bairro São Bernardo.

O Jornal trabalha de forma criativa a oralidade, a expressão e a escrita das crianças. Essas entrevistas as deixam mais desinibidas”, resumiu a diretora Viviane. “Só temos a agradecer pela presença da Leiva aqui na escola. Quando fizemos o convite chegamos a achar que ela não viria. Quando ela disse que estava lisonjeada por estar aqui, os alunos se sentiram valorizados e nós, como educadores, mais ainda”, finalizou.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.