Queda na ARRECADAÇÃO coloca Prefeitura em estado de alerta

0
48

A equipe econômica da Prefeitura de Ji-Paraná está em estado de alerta. A projeção para os próximos meses é de queda entre 12% e 14% na arrecadação de tributos por parte do Estado e, consequentemente, menor repasse aos municípios.

Neste mês de maio, por exemplo, o índice de repasse do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), divulgado na tarde de ontem (28), já é 6,82% menor na comparação com o mesmo período do ano passado.

A tendência, segundo projeção da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), é que os números fiquem ainda menores nos próximos meses, devido a uma série de fatores econômicos atrelados às manifestações desencadeadas por caminhoneiros em todo o País.

Visando manter as contas municipais ajustadas e o equilíbrio fiscal do município, o prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT), determinou a todos os secretários que reduzam ao máximo as despesas e também insumos como luz, água, telefone, diárias e, principalmente, combustível.

A DECISÃO DE MARCITO visa manter a regularidade com os pagamentos dos servidores e fornecedores, sem a necessidade de interferir nos investimentos que já estão programados na execução de obras, pagamento de contrapartida e convênios com diversas entidades filantrópicas existentes na cidade.


“Precisamos ser rigorosos com nossas despesas, para que não seja necessário interromper os serviços e os investimentos destinados à população. Estaremos enfrentando nos próximos dias uma situação que requer ainda mais economia por parte de todos. É necessário que cortemos as despesas ao máximo”, completou o chefe do executivo.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here