Quase mil profissionais de Saúde já foram vacinados contra a Covid em Ji-Paraná

0
16
O DR. Dr. DEUSDETE ANTONIO ALVES FOI O PRIMEIRO A SER VACINADO EM JI-PARANÁ

Cerca de mil profissionais da Saúde de Ji-Paraná já receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19). Nesta segunda-feira (1°), a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) iniciou a imunização dos idosos institucionalizados, ou seja, que residem em asilos.

Ji-Paraná recebeu mais de 3 mil doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac. Deste total, pouco mais de 700 doses foram enviadas aos indígenas aldeados e profissionais que atuam na Casa de Saúde Indígena (Casai).

“Nós priorizamos em torno de 30% dos servidores da Saúde. Nossa estimativa de trabalhadores no município é de, aproximadamente, 2.700 servidores. Com isso, nós tivemos que dar prioridades a uma parte do grupo”, destacou Jhones Mezacasa Pinheiro, diretor da Divisão de Imunização da Semusa.

Com o excedente do estoque, serão imunizados os idosos, com idade acima dos 80 anos, que se enquadram no grupo de risco para a Covid-19, seguindo as recomendações do Plano Nacional de Vacinação, do Ministério da Saúde.

“A princípio nós dividimos essas doses, com uma porcentagem para cada grupo prioritário, nesta primeira fase. Estamos aguardando, provavelmente na primeira quinzena de fevereiro, uma nova remessa para realizar a imunização no restante dos servidores da Saúde”, explicou o diretor.


Para evitar casos de ‘fura-fila’, a Semusa está realizando um rígido monitoramento das doses aplicadas em cada unidade de saúde, incluindo também um controle dos frascos vazios, após a aplicação da vacina.

“Estamos com um critério bem rigoroso. Para que a gente possa ter um controle das doses, quem está recebendo a vacina e onde está sendo administrado, assim como o controle dos frascos vazios. Em cada local de trabalho, nós entramos em contato com antecedência e solicitamos um ofício com os dados desse trabalhador. Se o servidor se enquadrar nos grupos prioritários, nós vamos ao local para realizar a vacinação”, detalhou Jhones Mezacasa.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here