Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022

0
19

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Caso o segurado não faça o procedimento até 2022, o benefício será suspenso

prova de vida é obrigatória para aposentados e pensionistas que recebem benefícios por meio de conta corrente, poupança ou cartão magnético. A comprovação voltou a ser obrigatória desde 1º de junho de 2021.

A prova de vida está sendo feito conforme calendário do INSS. Os segurados que não fizeram a prova de vida até abril de 2020 tinham até o dia 30 de junho para fazer a comprovação de que estão vivos para continuar recebendo os benefícios.

Até julho, o estado de Rondônia tinha 50 mil beneficiários pendentes. Agora são 37.123 rondonienses que precisam fazer a prova de vida.

Para saber quando a prova de vida deve ser feita, o segurado terá que verificar qual foi a última prova de vida realizada e conferir o calendário. Por exemplo: quem fez prova de vida em novembro de 2019 e não a fez em novembro de 2020, deverá fazê-la até outubro de 2021. Segundo o INSS, o segurado que quiser se antecipar ao calendário pode fazer a prova de vida antes.


Veja abaixo:



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here