Profissionais que manipulam alimentos estão retirando suas Carteira de Saúde

0
20

A Carteira Sanitária de Saúde é um documento obrigatório para profissionais que atendem ao público e manipulam alimentos ou cosméticos. Exigido pela Vigilância em Saúde e previsto no Código Sanitário Municipal, o documento indica se o colaborador está apto ou não para exercer suas funções dentro de um local de trabalho.

Em Ji-Paraná a procura tem sido grande no Departamento de Vigilância em Saúde. Todos os dias são emitidos pela Prefeitura cerca de 50 documentos. A emissão da carteira de saúde é uma forma de colaborar no controle sanitário do município, pois sem o documento, empresa ou órgão público onde o profissional atua, não pode receber o Alvará de Saúde para funcionar.

As carteiras são fornecidas no Laboratório de Epidemiologia, localizada na Rua Porto Velho, Bairro Dom Bosco, próximo ao Hospital Municipal Claudionor Roriz, Primeiro Distrito da cidade. A coleta é feita de segunda a sexta-feira, das 7 às 9 horas. É necessário levar cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), documentos pessoais e amostra de escarro.


De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Emanoela Sousa, o Laboratório realiza exames de escarro para bacilo da tuberculose, tipagem sanguínea, HIV, Hepatite B e C e Sífilis.

“O resultado fica pronto num prazo de dois dias. Somente depois desse processo que o profissional recebe a carteira, atestando a saúde em dia. A entrega é feita somente nos horários das 10 às 18 horas, de segunda a sexta-feira”, explicou a diretora do Departamento. O documento deve ser renovado todo ano. O profissional que já tem o Atestado de Saúde Ocupacional (ASO), não precisa da emissão da Carteira Sanitária de Saúde. 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.