Prefeitura de PVh quer reativar litorina da Estrada de Ferro Madeira Mamoré

0
113

A Prefeitura de Porto Velho trabalha, desde dezembro, com o projeto de retomada do funcionamento da Litorina, último vagão ferroviário da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM). A ação atende a uma solicitação da Associação dos Ferroviários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (ASFEMM), para o resgate histórico e do turismo local.

Para a reativação da Litorina, a equipe da Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) executou todo o trabalho de limpeza necessária. “Fizemos o roço de todo o mato e o rastelo e recolhimento, desde a Vila Candelária até o antigo Casarão, para proporcionar maior conforto aos visitantes”, informou Wellen Prestes, subsecretário da Semusb.

Nos próximos dias, a Subsecretaria Municipal de Obras e Pavimentação (Suop) iniciará a construção de uma estação para abrigar a Litorina, a cegonha e, em breve, uma das locomotivas da época que o trem da EFMM funcionava.

Com o objetivo de manter a originalidade, a Fundação Cultural do Município (Funcultural) fez todos os contatos necessários, junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), para atender as orientações técnicas, para a reforma da Litorina, com o objetivo de manter a originalidade. Foi feita a pintura e manutenção elétrica (iluminação interna, ventilador, piscas, farol), entre outros.

O passeio
A Litorina fará um percurso nos trilhos que somam 2,3 Km. De acordo com a ASFEMM, o passeio deve começar em meados de abril e vai durar cerca de 25 minutos, numa velocidade média de 20Km/h. Haverá a cobrança de uma taxa simbólica.


Apoio
A retomada da Litorina ocorre com o apoio de diversos órgãos como, por exemplo, o Governo do Estado de Rondônia (Casa Civil, as Superintendências de Turismo e de Gestão dos Gastos Públicos Administrativos), Exército Brasileiro e de populares voluntários



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here