Prefeitura de Ji-Paraná anuncia medidas que limita aglomeração e circulação de pessoas

0
36

A Secretaria Municipal de Saúde, em razão das recomendações e determinações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do próprio Ministério da Saúde, acaba de  baixar algumas normas que vão orientar prestação de serviço da Prefeitura em algumas áreas.

As medidas foram tomadas para evitar o alastramento do coronavírus em Ji-Paraná.

Elas foram apresentadas oficialmente hoje pela manhã em uma entrevista coletiva na sala de reuniões da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), com a presença do Prefeito Marcito Pinto (PDT), o Secretário Municipal de Saúde, Rafael Papa, e a Secretária Municipal de Educação, Edilaine Nogueira

Neste sentido, fica determinado que:

  1. Estão suspensas por motivo de emergência em saúde pública as visitas incluindo as de cunho religioso, no ambiente do Hospital Municipal de Ji-Paraná;
  2. Fica limitado ao máximo a presença de acompanhante a pacientes internos e em observação no serviço hospitalar público;
  3. Estão suspenso a partir do dia 18 de março, por um período de 15 dias prorrogáveis por mais 15, as aulas, palestras, cursos e oficinas nas instituições de ensino, de cultura e de assistência social do município de Ji-Paraná;
  4. Estão suspensas por um período de 15 dias prorrogáveis por mais 15, ações de cunho coletivo com a população idosa do município.

A Prefeitura de JI-Paraná também recomenda à população:


  1. Restringir ao indispensável às reuniões de trabalho, comissões, comitês, e assemelhados;
  2. Suspender eventos esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos e religiosos, com aglomerações de pessoas (a partir de 100 pessoas ou mais), em ambiente aberto ou fechado, como medida de segurança;
  3. Ao apresentar sinais leves de gripe como: febre leve, tosse, coriza, dor nas articulações, dor de garganta, dor nos olhos, diarreia, procurar a UBS mais próxima;

4. Em caso de febre alta e dificuldade de respirar, somente nestes casos, procurar o serviço médico hospitalar.

A prefeitura frisa que toda pessoa que realizou viagens para o exterior ou mesmo no Brasil em locais com casos confirmados de COVID-19, deve manter isolamento domiciliar durante 7 dias, mesmo que não apresente sintomas. Em casos de aparecimento de sintomas, após os sete dias de isolamento domiciliar e dentro de um período de 14 dias, essas pessoas devem procurar a UBS mais próxima;

É preciso lembrar que as estatísticas demonstram que a maioria dos pacientes confirmados, com coronavírus no mundo (cerca de 85%) fica completamente curada apenas com isolamento domiciliar. Portanto, uma das principais recomendações, em caso de confirmação, é não sair de casa e nem receber visitas.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here