Prefeito Hildon cede a pressões e suspende lei que extinguia quinquênio

Encontro nesta quinta-feira (16) entre assessores do prefeito e de sua base na Câmara com líderes dos trabalhadores, definiu que suspensão vai durar três meses

0
80

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) e sua base aliada não resistiram à forte pressão política e popular após a medida proposta e aprovada na Câmara de Vereadores, que retirava o beneficio do quinquênio dos servidores públicos municipais. Em uma reunião realizada na manhã desta quinta-feira (16) entre assessores de Hildon, sua base aliada na Câmara e representantes dos trabalhadores, ficou definido que a lei que corta o qüinqüênio será suspensa por um prazo de 90 dias.

Esse período será para análise dos reais impactos do benefício na economia da capital e viabilidade de propostas que atendam às reivindicações dos servidores e também às necessidades da prefeitura. A medida serve como paliativo, mas não deve acalmar os ânimos das entidades sindicais que se mostraram dispostas a confrontarem o prefeito Hildon. Esta medida representa um duro golpe no  projeto de governabilidade do chefe do executivo uma vez que ele já havia pedido firmeza aos vereadores aliados para manterem a validade da lei.

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here