Prefeito de Ariquemes desmente MP e diz que não entrega livros didáticos

0
104

Parece estar longe do fim a polêmica sobre a distribuição de livros com suposto conteúdo de “Ideologia de Gênero” em Ariquemes. Nesta quarta-feira (8), logo após o Ministério Público do Estado (MPE) ter anunciado em nota e em seu site que o prefeito Thiago Flores havia concordado com a liberação do material e que caberia aos diretores das escolas decidir por seu uso ou não, Thiago usou as redes sociais para negar tudo. O prefeito disse que a Prefeitura só fará a entrega se a Justiça assim determinar.

A decisão da liberação do material teria sido tomada após encontro com dirigentes de escolas com a secretária de Educação, Cleuzeni Maria de Jesus, e as promotorias de Justiça de Educação e Defesa do Patrimônio Público. 

THIAGO FLORES GRAVOU VÍDEO EM BRASÍLIA

De Brasília, onde estava para tratar de assuntos políticos, Thiago Flores rechaçou a versão do MP tudo e ainda questionou a pressa do órgão em resolver a questão, “criando pressão por meio da mídia” . “Não há por ora nenhum comando meu dizendo para entregar os livros escolares. Não há. Não entendo os motivos dessa nota. Não entendo a pressa do MP estadual em anunciar que a Prefeitura de Ariquemes teria voltado atrás e distribuído os livros. Por ora não há nenhuma manifestação dessa Prefeitura no sentido de entregar esses livros. Preservando o patrimônio público eu até prefiro não entregar para impedir que pais de alunos os pais rasguem os livros. Estou indignado com essa nota”, publicou ele em seu Facebook, por meio de uma transmissão ao vivo.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here