Mototaxistas de Ji-Paraná tiveram o prazo ampliado de 5 para 7 anos para a renovação da frota das motocicletas utilizadas no serviço de transporte de passageiros. A medida beneficia diretamente 196 profissionais que prestam o serviço na cidade. A categoria reclamava que o prazo era curto, pois as motocicletas geralmente são financiadas em cinco anos. Quando os profissionais acabavam de quitá-las já havia a obrigatoriedade de substituição do veículo por um novo.

Isso tornou-se possível porque o prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT), sancionou na manhã desta segunda (06), a Lei Municipal nº 3232/2019, de autoria do Poder Legislativo.

O presidente da Cooperativa de Mototaxistas de Ji-Paraná, Osvaldo Eduardo Pedrete, agradeceu o empenho dos vereadores e do prefeito Marcito Pinto, que entenderam a importância desta concessão de prazo maior para a categoria.

“Todos os trabalhadores lutaram muito para acrescentar para mais dois anos a vida útil das motos utilizadas no transporte da população. Sabemos que isso dará um fôlego para terminar de pagar o financiamento da moto e mais prazo para nos  organizarmos para iniciar a compra de outra”, ressaltou.

O Prefeito Marcito Pinto lembrou que a elaboração e aprovação da Lei levou em consideração uma avaliação técnica junto a Autarquia Municipal de Trânsito obtendo garantias de que a alteração não irá afetar a segurança dos passageiros, pois a cada 6 meses, a AMT faz vistorias exigidas para manter a frota em bom estado de conservação.


Participaram da solenidade o prefeito Marcito Pinto, os vereadores Joaquim Teixeira, Lorenil Gomes, Marcelo Lemos, Obadias Ferreira, o presidente da AMT Alex Marcos, e os representantes dos Mototaxistas, Osvaldo Eduardo Pedrete e Geneci Teodoro Cirilo. 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.