Policial abate pit bull com revólver e gera polêmica em Vilhena

0
79

O abate de um cão da raça pit bull, em Vilhena, na manhã desta quarta-feira (25) continua provocando polêmica na cidade. Em manifestações nas redes sociais a maioria dos internautas deu razão ao policial que sacrificou o cachorro, mas alguns, no entanto, criticaram o gesto, sugerindo que outras medida seriam possíveis para conter o animal. 

O fato se deu na Avenida 734, no bairro Marcos Freire, onde, segundo testemunhas, o animal teria ferido outro cachorro de uma vizinha e avançado contra pessoas que faziam distribuição de panfletos. O ataque foi evitado por um colega das vítimas, que jogou o veículo contra o pit bull, conseguindo espantá-lo momentaneamente.

Acionados por moradores do bairro, policiais do 3º BPM chegaram ao local e constataram a agressividade do cão de pelagem marrom. Eles acionaram os Bombeiros, que alegaram não dispor, naquele momento, de equipamentos para capturar o animal.

Diante da situação, um dos três policiais envolvidos na ocorrência sacou a pistola ponto 40 e disparou duas vezes contra o animal, que morreu no local. A justificativa para o abate, segundo os policiais, é que o cachorro poderia investir contra crianças que estudam numa escola próxima e que seriam liberadas naquele horário.

A polícia não conseguiu localizar o dono do cão, que poderá responder a processo em virtude do comportamento dele.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here