Com a presença do Superintendente Regional da Polícia Federal em Rondônia, Alvarez Simões, aconteceu hoje pela manhã, nas dependências do Hotel Transcontinental, em Ji-Paraná, uma reunião onde estavam também os titulares das quatro delegacias da PRF no estado acompanhados de seus respectivos auxiliares diretos. O motivo da reunião: realizar um ajuste do planejamento das ações para 2017 previstas no ano passado.

O foco principal da reunião foi o de dar contornos definitivos à atuação fiscalizadora durante o período do Carnaval. Outras ações como o combate ao narcotráfico, crimes ambientais e fiscais também foram discutidos na reunião.

NA REUNIÃO ESTAVAM OS RESPONSÁVEIS PELAS QUATRO DELEGACIAS DA PF NO ESTADO

Em entrevista ao Repórter RO, o Superintendente disse que a ação do efetivo policial vai se dar fiscalizando veículos e, principalmente, os motoristas. Ele mandou um recado àqueles que costumam beber e depois dirigir nas estradas federais: “O bloco do etilômetro estará na rua. Fique ligado!”. A polícia acaba de receber novos aparelhos deste tipo e ele avisa que a tolerância para esta falta grave será zero.

O efetivo da Polícia Rodoviária Federal também estará inteiramente mobilizado com muitos radares móveis para coibir outro problema comum, neste período de folia: o excesso de velocidade. Simões disse que haverá muitos radares ao longo da BR-364 e ele recomenda que os motoristas fiquem atentos ao velocímetro para não serem penalizados. Ele acrescentou que o tempo de utilização destes radares também será bem maior do que em dias normais.

Ele lembra que dirigir e operar o celular também se tornou muito comum hoje em dia e este comportamento temerário tem sido a causa de muitos acidentes. Ele recomenda que, durante a viagem, somente o passageiro consulte o aparelho. Nunca o motorista.


“O nosso desafio é trabalhar para que não haja nenhum acidente, com ou sem vítima. É a nossa grande meta”, analisa o superintendente. “Queremos que o planejamento ajustado nesta reunião seja cumprido à risca por todos os nossos policiais, em cada uma das nossa quatro delegacias regionais, que ficam em Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná e Vilhena”, acrescentou o chefe da PRF no estado.

Simões frisou ainda: “Não queremos que o cidadão obedeça à lei apenas porque a polícia vai fiscalizar. Gostaríamos, na verdade, que houvesse consciência de que a imprudência pode custar caro. A maior parte dos motoristas são pessoas de bem, mas que podem ser enquadradas como criminosos se matarem alguém porque estavam alcoolizadas, em excesso de velocidade ou porque estavam consultando o celular.”

A Operação da Polícia Rodoviária Federal tem início à zero de sábado (25) em todo o estado de Rondônia.

Texto e fotos: Marcos Lock



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here