A Polícia Rodoviária Federal já prepara a abertura de concurso (Concurso PRF 2017/2018) para Policial Rodoviário Federal. A proposta de edital feita pelo grupo de trabalho criado pelo órgão já foi finalizada e agora a corporação só depende da autorização do Ministério do Planejamento para divulgar a abertura do concurso neste ano. O certame já foi encaminhado ao Ministério da Justiça. Anteriormente previsto com 1.200 vagas, a oferta foi revista e agora contará com 1.300 vagas em função da grande necessidade de pessoal. Apesar disso, esta oferta ainda é menor que a solicitação dos últimos anos, que era de 1.500 vagas.

Um dos grandes argumentos para a abertura do concurso é a necessidade de reforçar o combate à criminalidade nas fronteiras, além da prevenção e redução de acidentes de trânsito. Outra justificativa é que o concurso seria realizado neste ano, mas as nomeações só ocorreriam em 2018. Em anos anteriores, por exemplo, editais foram divulgados com oferta expressiva de vagas. Com exceção do ano de 2008, todos os outros concursos abertos até hoje tiveram mais de 500 vagas, chegando a mil no último edital. Em 2004 foram 2.200 oportunidades.

O grupo de trabalho formado tem a expectativa de cumprir o seguinte cronograma:

– Fevereiro – Autorização e realização do Concurso PRF 2017;

– Março
Contratação da empresa organizadora do concurso;


– Abril
Edital Concurso PRF 2017;

– AbriL
– Até Agosto – Realização das fases da primeira etapa do concurso, sejam elas:

– Prova objetiva e discursiva do Concurso PRF 2017

– Avaliação de títulos

– Avaliação Física, médica e psicológica

– Verificação da veracidade da autodeclaração (cota racial)
Salários maiores

Foi aprovado na Câmara dos Deputados, o projeto de lei 5865/2016, que prevê aumentos progressivos para a categoria. Com o aumento, a remuneração inicial passará para R$9.501,98, com aumento em 2018 para R$9.931,57. Já em 2019, último ano do aumento, os ganhos chegarão a R$ 10.357,88. Os valores já estão inclusos o auxílio-alimentação no valor de R$458.

Atribuições do Policial

As tarefas do Policial Rodoviário Federal dependerão da classe, sendo dividas em quatro: Classe Especial; Primeira Classe; Segunda Classe; e Terceira Classe. O Policial de terceira classe tem a missão realizar atividades de natureza policial envolvendo a fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo, atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários e demais atribuições relacionadas com a área operacional do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, enquanto o de segunda classe terá que efetuar atividades de natureza policial envolvendo a execução e controle administrativo e operacional das atividades inerentes ao cargo, além das atribuições da Terceira Classe.

Já o Policial de primeira classe terá que atividades de natureza policial, envolvendo planejamento, coordenação, capacitação, controle e execução administrativa e operacional, bem como articulação e intercâmbio com outras organizações policiais, em âmbito nacional, além das atribuições da Segunda Classe. Por fim, o PRF da classe especial deverá efetuar atividades de natureza policial e administrativa, envolvendo direção, planejamento, coordenação, supervisão, controle e avaliação administrativa e operacional, coordenação e direção das atividades de corregedoria, inteligência e ensino, bem como a articulação e o intercâmbio com outras organizações e corporações policiais, em âmbito nacional e internacional, além das atribuições da Primeira Classe.

A PRF trabalha em parceria com outras instituições, como Ministério Público do Trabalho (MPT), Polícia Federal (PF), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Receita Federal, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e outros.

Déficit

Toda a preocupação é causada pois a PRF pode perder até 4 mil policiais, o equivalente a 40% do seu efetivo atual de cerca de 10.000 servidores. Os recém-concursados devem ser lotados, prioritariamente, nas regiões de fronteiras. Em recente auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) apontou que o efetivo do departamento na região é insuficiente para combater os crimes de fronteira, cujo prejuízo estimado é de R$1 bilhão aos cofres públicos.

Requisitos

Para ingresso na carreira de Policial Rodoviário Federal, é necessário nível superior (em qualquer área) e carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria ”B”. Os candidatos foram avaliados por prova objetiva de conhecimentos específicos, prova discursiva, exame de capacidade física, avaliação de saúde, avaliação psicológica, investigação social, avaliação de títulos e curso de formação profissional. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/UnB), foi a organizadora oficial do último concurso.

Organizadora do concurso PRF 2017

A expectativa é que o concurso seja mais uma vez organizado pela Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Desde 2002, com exceção de 2009, os editais foram divulgados pela empresa, que tem a característica de anular uma questão em caso de erro, exigindo do candidato certeza no momento de marcar um item, sob pena de penalização por “chute”.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here