Polícia alerta para aumento de golpes de venda de motos na OLX

0
31

O titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), Alessandro Morey, fez novo alerta a população sobre o aumento de golpes de compra de veículos roubados ou clonados, que são negociados pela internet, principalmente na rede OLX. Em média, três pessoas por semana procuram a delegacia para informar que foram vítimas.

Nesta semana, por exemplo, os policiais apreenderam uma motocicleta com placa clonada do interior, que foi adquirida pelo site de compras OLX. O delegado alerta para os cuidados que devem ser tomados para evitar novos prejuízos durante a compra de motocicletas, caminhonetes e outros, acarretando grande prejuízos às vítimas.

Entre os aplicativos usados, o delegado lembra que a OLX tem feito com que muitas pessoas, por desinformação ou até mesmo acreditarem em possíveis vantagens econômicas no momento da negociação, sejam lesadas por criminosos. “A maioria das vezes, a vítima anuncia nas redes sociais ou grupos de WhatsApp a venda de um veículo, quando uma terceira pessoa interfere na negociação e passa a enganar tanto o vendedor quanto comprador, conseguindo obter vantagem ilícita para si, fazendo com que o vendedor entregue seu bem patrimonial, no caso, um veículo, transferindo até mesmo os documentos de posse/propriedade em Cartório”, explicou Alessandro Morey.

O delegado destaca, que a vítima acredita em um suposto depósito bancário ou transferência eletrônica, apenas por conversas telefônicas via WhatsApp, sem ao menos ter qualquer contato pessoal e entrega o veículo para o criminoso. Já o comprador, que também é enganado, realiza depósito de determinada quantia em dinheiro em conta bancária diferente da do vendedor. “Valores esses que se destinam a pessoas inexistentes, a tal chamada laranja ou fantasma”, disse Alessandro Morey.

Ainda conforme o delegado, o estelionatário engana tanto o vendedor quanto o comprador, que ficam sem os bens e sem dinheiro. “Tudo porque as pessoas estão se deixando enganar por total falta de atenção e, até mesmo ganância, vez que, acreditando na tal chamada modernidade tecnológica, passaram a negociar, quase sempre, através de seus aparelhos celulares ou outro meio eletrônico, via sites OLX e grupos e redes sociais, e deixaram de ter contato pessoal à concretização de seus negócios”, esclareceu.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here