Pequenos investidores tomam R$ 1,5 milhão do Banco do Povo durante a RRShow

0
27

Dos 80 litros de leite ordenhados diariamente, o produtor rural João Batista da Silva pretende dobrar a produtividade no sítio dele, localizado na linha P-30 a nove quilômetros do centro de Alto Alegre dos Parecis. Para atingir o objetivo ele tomou emprestado R$ 8 mil no Banco do Povo no segundo dia (23) da 8ª Rondônia Rural Show Internacional.

“Já estou negociando as vacas que pretendo adquirir, lá mesmo em Alto Alegre. Elas são da raça holandesa capaz de ordenhar 12 litros cada”, declarou o produtor, após receber o cheque em solenidade oficial no estande do banco do Povo na Rondônia Rural Show.

MIRO, DA AGROINDÚSTRIA CALDEIRA, RECOMENDA OS EMPRÉSTIMOS JUNTO AO BANCO DO POVO PORQUE É FÁCIL, PRÁTICO E RÁPIDO

A instituição financeira disponibilizou R$ 1,5 milhão para fomentar os pequenos negócios rurais e urbanos. Com juros abaixo do mercado financeiro, o microcrédito ofertado pelas 36 agências instaladas em Rondônia é uma ferramenta sólida do governo estadual com o objetivo de fomentar a economia e proporcionar ao micro empreendedor a sair da informalidade.

“O microcrédito é uma alavanca da economia. Temos de ajudar o pequeno investidor a também se tornar grande”, declarou o governador Marcos Rocha ao entregar os primeiros cheques aos empreendedores que recorreram ao banco do Povo.

Os serviços financeiros têm o cunho social de impulsionar as pessoas ao crescimento econômico. “Temos exemplos de tomadores de empréstimos que iniciaram nas suas respectivas atividades sozinhos, mas hoje já empregam até trinta pessoas”, disse o presidente da instituição, Manoel Serra.


Nilvânia Rodrigues da Cruz atua no segmento de estética e beleza há 22 anos na região de Alta Floresta do Oeste. Ela também recorreu ao Banco do Povo em busca de recursos para melhorar o comércio dela e adquirir produtos de beleza. “Este é o quinto empréstimo que estou fazendo. Optei pelo Banco do Povo porque os juros são baixos e não há burocracia. Com essa facilidade consegui ampliar o negócio e contratar pessoas”, explicou Nilvânia.

O Banco do Povo oferece crédito fácil de valores diferenciados a vários segmentos. Às atividades rurais foram disponibilizados empréstimos que variam de dois a oito mil reais e às atividades urbanas o valor chegou a R$ 2.500,00“Os juros são competitivos se comparados ao mercado financeiro oficial”, disse o diretor financeiro da instituição, Aníbal Martins, explicando que o foco do Banco do Povo é o público que não é assistido por outras instituições de crédito tradicionais.

As taxas de juros e os prazos para pagamentos são variáveis. “Para atividades rurais a média é de 2%, no caso dos empréstimos aos interessados da área urbana, a taxa é de 3%”, informou a agente de crédito Mara Kill.

A agroindústria Caldeira, em Alto Alegre dos Parecis, produz melado de cana e rapadura. O proprietário Almiro Caldeira dos Santos buscou recursos no Banco do Povo e vai usar o dinheiro para padronizar as embalagens. “A apresentação do produto é fundamental”, disse Miro, como também ele é conhecido na linha P-34. “No banco do Povo tudo é mais fácil!”, disse Miro, que já quitou outros quatro empréstimos que utilizou na construção da agroindústria, aquisição de insumos e de irrigação da lavoura de café, mais plantio de feijão.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here