A noite de abertura da 38° Expojipa foi marcada pela competição de rodeio Cowboy de Aço. Pelo terceiro ano consecutivo os peões de Rondônia conseguiram se destacar e segurar o prêmio no estado.  A disputa teve início com 18 competidores, sendo nove de Rondônia e outros nove de estados como Mato Grosso, Paraná, Acre, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Até a semifinal ainda havia um competidor de outro estado, mas a final foi disputada só com peões locais.

O peão Rogério Nascimento, de Ouro Preto do Oeste, conseguiu ficar mais tempo em cima do touro na última montaria e superou o campeão do Cowboy de Aço do ano passado, Anderson Soares, faturando assim os R$ 7 mil. “Esse prêmio foi uma benção de Deus para minha vida, pois chega um momento na competição que a gente pensa que não vai conseguir, pois são várias montarias numa noite. Eu dedico esse prêmio a toda nossa gente de Rondônia”, discursou Rogério.

O prêmio dado ao peão vencedor da competição, neste ano, foi patrocinado pela Honda, que firmou parceria com a Associação Rural de Rondônia (ARR) para ajudar na realização do Cowboy de Aço de 2017.

Evento obrigatório — O Cowboy de Aço começou a ser realizada em 2012 e, desde então, cada vez mais tem crescido em qualidade e ganhado a estima do público. A competição coloca os peões de Rondônia para disputar com peões de outros estados. Com a vitória deste ano, os peões do estado conseguiram vencer a competição pelo terceiro ano consecutivo.

“A disputa do Cowboy de Aço já se tornou evento obrigatório da Expojipa. E o que é interessante é que se tornou também uma referência. Algumas exposições vizinhas também adotaram a competição em suas noites de rodeio, e isso nos orgulha muito, pois tudo começou com a gente aqui”, destacou Sérgio Ferreira, presidente da ARR.


 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here