Pela primeira vez arbitragem BRASILEIRA estará numa partida de abertura de copa

0
17
BRASILEIRO SANDRO MEIRA RICCI SERÁ O QUARTO ÁRBITRO NA ABERTURA DA COPA DO MUNDO (Divulgação Fifa)

A arbitragem brasileira já esteve em duas finais do Mundial (em 1982, com Arnaldo Cézar Coelho, e em 1986, com Romualdo Arppi Filho), mas nunca um juiz brasileiro esteve na partida de abertura de uma Copa do Mundo. Na partida que inaugura o certame amanhã (14), no estádio Lujniki, em Moscou, esta escrita estará encerrada. Sandro Meira Ricci, mineiro de 43 anos de idade, estará lá, não como o titular mas como o quarto árbitro.

O juiz que comandará o jogo de abertura entre Rússia e Arábia Saudita será o argentino Nestor Pitana, de 42 anos de idade. Ele terá como auxiliares os compatriotas Juan Pablo Bellati e Hernan Maidana. Esse será o segundo Mundial de Nestor Pitana, que apitou quatro partidas em 2014, entre elas, a vitória de 1 a 0 da Alemanha sobre a França em jogo válido pelas quartas de final do torneio. O argentino também esteve nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, e na Copa das Confederações do ano passado.

Os demais árbitros que atuarão na partida são uma novidade desta edição da Copa do Mundo. Serão aqueles que vão compor a arbitragem de vídeo (VAR), que será comandada por uma equipe composta pelos italianos Massimiliano Irrati e Daniele Orsato, pelo argentino Mauro Vigliano e pelo chileno Carlos Astroza.

ARGENTINO NESTOR PITANA SERÁ O ÁRBITRO DO JOGO DE ABERTURA DA COPA DO MUNDO, ENTRE RÚSSIA E ARÁBIA Saudita (Divulgação Fifa)

Ainda não há comentários, seja o primeiro.