A Polícia Civil do município de Jaru prendeu um pastor acusado de estuprar uma adolescente de 13 anos. Segundo a Polícia, o homem ameaçava a vítima dizendo que ela iria para o inferno caso não mantivesse relações sexuais com ele.

Segundo informações da Polícia Civil, o pastor procurou a delegacia de Jaru acompanhado de um advogado na tarde de quarta-feira (4) depois da denúncia contra ele ganhar repercussão na cidade. A Polícia apurou que no fim do mês de outubro, duas ocorrências distintas foram também registradas por uma família denunciaram o pastor por estupro.

Após ser acionada, no dia em que a criança contou tudo para os pais, a Polícia Militar foi até a residência da vítima e descobriu que o homem ameaçava a adolescente, dizendo que, se a menor não o obedecesse, ela seria levada pelo “diabo” ao inferno.

Aos policiais, a vítima relatou que os abusos ocorreram mais de uma vez e, por causa da frequência, contou sobre o que estava acontecendo aos pais. Os policiais chegaram a ir até a casa do acusado, mas ele não foi localizado e o caso passou a ser investigado pela Polícia Civil desde o dia 26 de outubro.

Na delegacia, o pastor negou ter cometido o estupro contra a adolescente, mas acabou sendo preso e vai cumprir prisão temporária. Outras vítimas já procuraram a Polícia.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here