Parcelas em atraso do governo federal podem comprometer serviços sociais em Ji-Paraná

0
22

Servidores da Secretaria Municipal de Assistência Social de Ji-Paraná (Semusa) aderiram à mobilização nacional em defesa do Sistema Único de Assistência Social SUAS. Nesta terça-feira (26), os trabalhadores fizeram uma mobilização para conscientizar a população sobre a importância do SUAS e pedir apoio dos vereadores em relação a revisão da suspensão de repasses do Governo Federal aos municípios.

Logo pela manhã os servidores levaram adiante uma ação na Semas junto às famílias atendidas e em seguida foram até a Câmara de Vereadores entregar um documento do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social (COEGEMAS), entidade que representa os secretários municipais de Assistência Social de Rondônia.

O objetivo foi o pedir que os legisladores façam intervenção junto aos deputados federais e senadores para que defendam a regularização do repasse o mais breve possível. Somente em Ji-Paraná, são R$ 1.158.000,000 de parcelas em atraso, que deveriam colaborar na manutenção dos serviços de proteção básica e especial no município.

Os servidores da Semas também entregaram o documento em defesa do SUAS em todos os gabinetes dos vereadores.

Ouça agora as entrevistas em pod cast do presidente Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), Leandro Vaz, e da secretária municipal de Assistência Social, Sônia Reigota:




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here