Para novo presidente do Sindsem prioridade agora é dialogar com os servidores

VALCIR DE SOUZA, EMPOSSADO NESTA TERÇA-FEIRA, TEM A DIFÍCIL MISSÃO DE CONDUZIR O SINDSEM DEPOIS DOS ESCÂNDALOS QUE ABALARAM O CONCEITO DA ENTIDADE

0
97

O novo presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ji-Paraná (Sindsem), Valcir de Souza, tem um grande desafio pela frente: reconstruir o conceito da entidade, abalada pelos resultados da Operação Assepsia, que detectou um rombo de meio milhão de reais nas contas da entidade, fruto de muitas operações ilegais. Com esta ação da Polícia Civil estão encarcerados o agora ex-presidente Geraldo Martins de Souza e o ex-tesoureiro do Nascimento Soares. Ambos foram destituídos de suas funções na assembléia que ocorreu neste dia 21, na sede do Sindsem.

Nesta ocasião Valcir, que era o vice-presidente, assumiu a presidência, cumprindo o que é determinado nos estatutos. Ele garante que, por enquanto, não haverá novas eleições, embora um grupo da oposição já esteja se articulando para que isto aconteça.

Nesta assembleia estiveram presentes cerca de 100 pessoas, a maioria sindicalizados. Ela ocorreu entre 16h e 17h30 e da pauta constavam assuntos como o afastamento do então presidente Geraldo; explicações dos passos da Operação Assepsia; abertura de processo disciplinar aos envolvidos nesta operação policial; ajuizamento da ação de reparação de danos que o sindicato sofreu; e prestação de contas da vice-presidência.

Em entrevista ao Repórter RO Valcir disse que é hora de dialogar com os servidores e com o executivo para manter a entidade funcionando. Ele frisou que todas as ações já encaminhadas em prol dos funcionários da Prefeitura continuarão em andamento. “O servidor pode ficar despreocupado. Vamos tomas todas as providências e vamos procurar acelerar todas as nossas lutas”, garante o agora presidente.

Ele pretende recompor a diretoria e acrescentou que qualquer pessoa que venha a ter algum relação com a Operação Assepsia será imediatamente afastada. Informado que muitos sócios estão providenciado suas desfiliação por conta dos escândalos, Valcir faz um apelo: “Agora não é o momento do servidor desfiliar. Ao contrário, venha até o Sindisem, converse conosco, peça mais informações e nos dê um voto de confiança”, enfatizou.


“Estamos aqui todos os dias, de  segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13h30. Vamos tomar decisões em conjunto e aprovar tudo nas assembleias. A minha atuação vai ser assim e é isso o que eu posso prometer. Agora é o momento de amadurecer as idéias, sentar e ver que rumos tomar daqui para diante. A gente não quer mais nenhum atrito com o executivo. Queremos dialogar, primeiro com o servidor, depois com a prefeitura”, arrematou.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here