PAIS ACAMPAM EM QUADRA EM BUSCA POR VAGAS DESDE A ÚLTIMA SEMANA EM JI-PARANÁ. – Foto: J. Nogueira

Mais de 50 pais e responsáveis por menores adolescentes dormiram entre a noite da última quinta-feira (3) até a madrugada de ontem (7), em busca de vagas na escola estadual Tiradentes/4, em Ji-Paraná. O período de novas matrículas teve início nesta semana e muitos não conseguiram êxito, ficando na chamada lista de espera, em caso de alguma desistência, informou o 1º tenente PM José Marcelo, diretor interino da unidade de ensino.

Criada no ano passado através de Lei Estadual, a escola Tiradentes/4 já é considerada a mais disciplinada do município, em decorrência de contar com a parceria da Polícia Militar. Este ano, muitos pais decidiram assegurar vagas para seus filhos, acampando no pátio externo da unidade, mais precisamente pela rua T-1. Em decorrência da Feira do Júlio Guerra, como é mais conhecida, a direção do estabelecimento decidiu ceder a quadra de esportes para pais pernoitarem.

A educadora Franciele Franco, do bairro São Pedro (Segundo Distrito), foi uma das primeiras a chegar, ainda no início da noite de quinta-feira. Ela buscava vaga para filho na 8ª Série, residente na cidade de Vale do Anari. “A fama da escola é ótima em especial, na questão disciplinar. Por isso, essa opção de trazê-lo para Ji-Paraná”, justificou.


Outra que guardou vaga na fila foi Patrícia Barros do bairro Nova Brasília (Segundo Distrito), com esperança de conseguir uma vaga no 1º ano do Ensino Médio. Já o comerciário Fabiano Gonzaga chegou na quadra da escola no último domingo (6) tentando matricular o filho no 9º ano do Ensino Fundamental. Ele é residente no bairro Dom Bosco.

VAGAS DISPONÍVEIS

De acordo com o diretor interino da Tiradentes/4 (escola militarizada), até esta segunda-feira, havia vagas para as seguintes séries para alunos procedentes de outras escolas da Rede Estadual: 6º Ano (67 vagas), 9º Ano (11), 2º Ano (11) e 3º Ano (2 vagas). Para alunos procedentes da rede municipal de ensino: 6º Ano (67 vagas), 9º Ano (11), 2º Ano (11) e 3º Ano (2 vagas). Já não havia mais vagas para o 1º, 7º e 8º Ano. “Estamos criando uma lista de espera no caso se ocorrer alguma desistência”, esclareceu José Lima.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.